Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da importância funcional de proteínas da família Natterin na ativação do inflamassoma em zebrafish

Resumo

A família de proteínas Natterin foi encontrada pela primeira vez na glândula de veneno do T. nattereri em cinco formas ortólogas como proteínas que apresentam na porção C-terminal um domínio aerolisina, podendo assim interagir com outras proteínas para formar complexos funcionais envolvidos no englobamento de patógenos microbianos, tráfico intracelular e modulação do fagossomo. A família das aerolisinas pertence a uma grande classe de proteínas formadoras de poros, considerada como principal fator de virulência para doenças inflamatórias graves em humanos e animais. Possuem a capacidade de ligação à membrana de células-alvo e desencadeiam desde a morte celular, até a sobrevivência celular com a ativação de cascatas de fosforilação e a ativação de inflamassoma. Inflamassoma são complexos formados por múltiplas proteínas e estão envolvidos na percepção da infecção e na ativação da resposta inflamatória protetora. Estudos do nosso grupo apontam o envolvimento de componentes do complexo inflamassoma na regulação de neutrófilos dependente de IL-1 induzido por Natterin. Além de peixes peçonhentos, sequências de genes e proteínas natterin-like foram identificadas também em espécies não peçonhentas como o zebrafish, um ótimo modelo para estudos de imunidade inata e altamente viável para manipulação genética. Assim, para validar a importância da Natterin na rede de regulação da resposta imune inata, nós propomos utilizar o zebrafish como organismo modelo de infecção utilizando de embriões silenciados de proteínas natterin-like por CRISPR/Cas9 ou resgatados com mRNAs miméticos para avaliação da resposta a infecção bacteriana e consequente ativação do complexo inflamassoma. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)