Busca avançada
Ano de início
Entree

O ecossistema de empreendedorismo verde intensivo em conhecimento e a criação de valor compartilhado: uma análise com eco-empreendedores participantes do PIPE-FAPESP

Resumo

O empreendedorismo verde pode promover mudanças estruturais necessárias para o desenvolvimento sustentável dos países, principalmente quando se torna intensivo em conhecimento, com maior capacidade de lançar produtos, processos e serviços inovadores. O objetivo deste projeto é investigar as configurações e dinâmicas contextuais e individuais do ecossistema verde intensivo em conhecimento em um país em desenvolvimento. De forma mais detalhada, pretende-se identificar os principais fatores dos ecossistemas que facilitam o surgimento do empreendedorismo verde intensivo em conhecimento, comparando as configurações mais adequadas entre o empreendedorismo verde e o não verde. Além disso, pretende-se analisar os antecedentes da criação de valor compartilhado para os dois tipos de empreendedores. Será utilizada uma metodologia do tipo qualitativa e quantitativa. Na primeira etapa da pesquisa, será realizado um estudo de caso nas empresas participantes do programa Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (PIPE-FAPESP). As empresas participantes do PIPE são consideradas intensivas em conhecimento, e 25% delas também são caracterizadas como verdes. A coleta de dados será realizada em três frentes: a) entrevistas em profundidade com empreendedores, coordenadores e avaliadores do PIPE; b) coleta de dados das empresas e dos empreendedores em fontes da internet; c) participação em comitês PIPE de avaliação. Os dados serão analisados por meio da técnica de análise de conteúdo. Na segunda etapa da pesquisa, serão aplicados questionários fechados nos empreendedores do PIPE, para analisar os fatores que influenciam na criação de valor compartilhado nos dois grupos, bem como identificar eventuais diferenças. Os dados serão analisados por meio de modelagem de equações estruturais. Compreender as configurações e dinâmicas contextuais e individuais do ecossistema verde intensivo em conhecimento em um país em desenvolvimento permite promover esse tipo de empreendedorismo, que está alinhado com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas (ODS). Os resultados podem contribuir para os processos de formulação de políticas que busquem conectar a promoção do empreendedorismo intensivo em conhecimento com transições ambientalmente sustentáveis dentro de ecossistemas empresariais. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)