Busca avançada
Ano de início
Entree

Coffee Fight: uma nova abordagem no controle da ferrugem do cafeeiro

Processo: 20/09749-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de janeiro de 2022 - 30 de setembro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:João Paulo Rodrigues Marques
Beneficiário:João Paulo Rodrigues Marques
Empresa:Botanichemical Technologias Ltda
CNAE: Cultivo de café
Pesquisa e desenvolvimento experimental em ciências físicas e naturais
Município: Piracicaba
Pesquisadores principais:
Eduardo de Almeida
Pesq. associados:Flávia Rodrigues Alves Patrício
Bolsa(s) vinculada(s):22/01843-0 - Auxílio técnico ao desenvolvimento do PIPE "Coffee Fight: uma nova abordagem no controle de ferrugem do cafeeiro", BP.TT
21/15237-2 - Essa proposta visa favorecer o treinamento e a vivência de um graduando na produção de um produto comercial. Propõe-se que o bolsista aluno possa ter o contato com diferentes equipamentos e técnicas usuais no preparo de soluções, BP.TT
21/13984-5 - Essa proposta visa favorecer o treinamento e a vivência de aluno de graduação em um talhão comercial de café. Propõe-se que o bolsista aluno possa ter o contato com diferentes equipamentos e técnicas usuais de aplicação foliar de Coffee Fight no campo, BP.TT
Assunto(s):Sustentabilidade  Doenças de plantas  Controle de doenças  Cafeeiro  Ferrugem (doença de planta)  Ferrugem-do-café  Hemileia vastatrix  Parede celular  Fungos  Cálcio 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:cálcio | Cercospora coffeicola | fungos | Hemileia vastatrix | Parede celular | Sustentabilidade | Controle de Doença

Resumo

O Brasil é o maior produtor e exportador de café do mundo. No entanto, a produtividade dessa cultura pode ser reduzida pela ferrugem, causada pelo fungo Hemileia vastatrix, a principal doença do cafeeiro em todo mundo e pela cercosporiose, causada pelo fungo (Cercospora coffeicola). O uso de fungicidas é o principal meio de controle dessas doenças em lavouras instaladas com cultivares suscetíveis. Estudos prévios conduzidos em câmara de crescimento e casa de vegetação ao longo de 2019 e 2020 levaram a formulação de uma mistura que foi denominada de Coffee Fight. A aplicação de Coffee Fight reduziu a severidade da ferrugem e cercospora. Avaliações morfológicas mostraram que, a partir de uma certa concentração de Coffee Fight a espessura da parede celular aumentava, e isso pode ter sido responsável pela redução na severidade da doença foi reduzida. Isso pode ser resultado da forte ligação do cálcio nas cadeias não esterificadas dos homogalactoranos que compõe a porção péctica das paredes celulares. Com base neste estudo, desenvolvemos um produto a base de cálcio para ser aplicado em cafeeiros, que, em experimentos prévios, parece ter a capacidade de reduzir a severidade da doença em mudas de cafeeiro, embora os mecanismos para tanto ainda não foram elucidados. Os objetivos principais desse projeto PIPE são: (i) desenvolver a formulação de um produto, denominado Coffee Fight, baseado em cálcio solúvel, para a prevenção e controle da ferrugem do cafeeiro e cercosporiose (ii) avaliar em condições de campo as melhores doses e programa de aplicação do Coffee Fight para atingir o elevado teor de cálcio, avaliando a redução na incidência da ferrugem e cercosporiose (iii) desvendar o efeito do Coffee Fight sobre as pectinas. Esse produto se diferencia pela formulação baseada em cálcio e adjuvantes de alta performance e será formulado e ajustado para proporcionar não apenas a nutrição das plantas como também a redução na severidade da ferrugem e cercosporiose. Dessa forma o projeto visa, em uma linha multidisciplinar de trabalho, gerar conhecimento que possa servir para a melhoria no manejo de doenças da cultura do café, produzindo uma cafeicultura sustentável e ambientalmente segura. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)