Busca avançada
Ano de início
Entree

Estratégias biotecnológicas e genômicas para qualidade, produtividade e manejo sustentável de citros, café e cana-de-açúcar no estado de São Paulo

Processo: 20/07045-3
Linha de fomento:Auxilio à Pesquisa - Núcleos de Pesquisa Orientada a Problemas em São Paulo
Vigência: 01 de outubro de 2021 - 30 de setembro de 2026
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Mariângela Cristofani-Yaly
Beneficiário:Mariângela Cristofani-Yaly
Instituição-sede: Instituto Agronômico (IAC). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Pesquisadores principais:
Alessandra Alves de Souza ; Marinês Bastianel ; Oliveiro Guerreiro Filho ; Silvana Aparecida Creste Dias de Souza
Pesq. associados: Celso Luis Rodrigues Vegro ; Claudia Barros Monteiro Vitorello ; Dirceu de Mattos Junior ; Evandro Henrique Schinor ; Fernando Alves de Azevedo ; Francisco de Assis Alves Mourão Filho ; Graciela da Rocha Sobierajski ; Helvecio Della Coletta Filho ; Hugo Bruno Correa Molinari ; Ivan de Godoy Maia ; Julieta Andrea Silva de Almeida ; Júlio César Mistro ; Katia Nachiluk ; Lilian Padilha ; Luiz Filipe Protasio Pereira ; Marco Aurélio Takita ; Marcos Antonio Machado ; Marcos Guimarães de Andrade Landell ; Maria Helena de Souza Goldman ; Michael dos Santos Brito ; Mirian Perez Maluf ; Patrícia Cia ; Paulo Mazzafera ; Raquel Luciana Boscariol Camargo ; Roberto Fritsche Neto ; Rodrigo Gazaffi ; Terezinha de Jesus Garcia Salva ; Tiago Campos Pereira ; Valdenice Moreira Novelli
Bolsa(s) vinculada(s):21/03466-7 - Edição de genes de Citrus sinensis visando atenuar o acúmulo de caloses associadas aos sintomas do Huanglongbing (HLB), BP.DR
21/03989-0 - Recombinação homologa mediada pelo sistema CRISPR/Cas e inserção de gene de resistência no desenvolvimento de variedades de laranjas doce resistentes ao Huanglongbing, BP.PD
Assunto(s):Agricultura  Biotecnologia  Transgenia  Melhoramento genético  Seleção genômica  Repetições palindrômicas curtas agrupadas e regularmente espaçadas  Manejo sustentável  Citrus  Café  Cana-de-açúcar 

Resumo

NPOP-IAC, com sede no IAC em Campinas, tem como objetivo estratégico principal ampliar a base científica e tecnológica para solução de problemas bem definidos em três diferentes culturas do agro brasileiro, citros, cana-de-açúcar e café. A escolha da linha temática genômica e biotecnologia justifica-se pelo atual estado da arte que os programas de melhoramento, com forte inserção de biotecnologia, têm no IAC. Apoiado por projetos com agências de fomento e/ou parcerias com empresas, esses programas, além de significativa base genética, representada por seu germoplasma, acumularam bases de dados de genomas, transcriptomas, genótipos geneticamente transformados e conhecimento genético-molecular de processos de interação biótica e abiótica, bem como processos bioquímicos importantes na expressão de características fenotípicas e agronômicas. Ao focalizar as três mais importantes cadeias do agronegócio paulistão NPOP-IAC alinha-se com a necessidade de buscar soluções que podem ter alto impacto no setor e no Estado. Juntas as três cadeias têm valores de bruto de produção da ordem de 55 (citros), 97 (café) e 255 (cana) bilhões de reais, com o Estado de São Paulo representando 52, 12 e 48 % da produção nacional, respectivamente. Em que pese a importância dessas cadeias de produção do agro elas têm desafios científicos e tecnológicos que necessitam ser abordados. Tais desafios limitam sua manutenção, reduzem competitividade, aumentam custos e impactam o meio ambiente com suas atuais soluções. Em cada uma das três culturas abordadas no NPOP-IAC são focalizados problemas específicos com propostas de solução. Em citros, o foco será a doença conhecida como huanglongbing (HLB), considerada a mais devastadoras doenças de citros no mundo. A proposta focalizará três linhas de atuação: avaliação de citros geneticamente modificados (GM) em ensaios de campo (em andamento), edição gênica por CRISPR para reduzir a resposta de hipersensibilidade (HR) de plantas infectadas pela bactéria do HLB (em andamento) e genotipagem e uso de porta-enxertos tolerantes ao HLB e que induzem menor porte da variedade copa para novo sistema de produção (em andamento). Potencializando informações genéticas do programa de melhoramento de café no IAC, o NPOP-IAC focalizará seus esforços na geração de genótipos comerciais de café arábica com baixo teor de cafeína. Tais genótipos estão sendo produzidos por melhoramento tradicional, mas serão também obtidos por silenciamento de genes da via de síntese de cafeína previamente selecionados. Existe demanda mundial para cafés especiais, especialmente com baixo teor de cafeína. Em parceiras com o setor privado, o NPOP-IAC continuará a geração e avaliação de novos genótipos de cana-de-açúcar GM, focalizando principalmente a geração de biomassa para etanol de segunda geração e resistência a doenças. A complexidade genética de cana-de-açúcar não deverá ser obstáculo para edição gênica com alvos bem definidos e em cultivares já aprovadas agronomicamente. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)