Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização estrutural e eletrônica de moléculas biogênicas emitidas pela flora amazônica

Resumo

Este projeto visa estudar partículas de aerossóis compostas por moléculas biogênicas emitidas pela flora amazônica através de metodologia moderna e robusta para identificar as principais interações de moléculas biogênicas na presença de poluentes em gotas de nuvens. Assim, pretende-se esclarecer várias questões em aberto, sobre os efeitos dos poluentes nas propriedades das gotas, como, por exemplo, as formas de agregação das moléculas biogênicas, os efeitos dos poluentes e das moléculas de água, bem como o papel na absorção e espalhamento de radiação solar por essas partículas na atmosfera. A combinação de técnicas experimentais, como espectrométricas (RMN, CG-EM, IR e UV-Vis), fluorescência, calorimetria diferencial de varredura (DSC), espalhamento de luz dinâmico (DLS) e ressonância paramagnética eletrônica (RPE), e teóricas com cálculos quânticos e simulações atomísticas clássicas e ab initio, viabiliza a exploração mais detalhada de propriedades estruturais e eletrônicas dos aglomerados moleculares formados pelas moléculas biogênicas, poluentes e água. As moléculas biogênicas inicialmente estudadas pertencerão à classe dos terpenoides e alcaloides, e os poluentes serão dióxido de carbono (CO2), ozônio (O3), metano (CH4) e óxido nitroso (N2O). As moléculas biogênicas já foram isoladas em laboratórios de pesquisa de grupos colaboradores da região amazônica: Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNINESSPA) e UFMA. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)