Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos termoanalíticos aplicados a fármacos antivirais antihepatite e antiretrovirais da classe dos inibidores de protease: comportamento térmico, intermediários de decomposição, caracterização de voláteis e polimorfismo

Resumo

Na forma de epidemias, as infecções virais representam um grave problema de saúde pública, mas quando assumem proporções de pandemias, também afetam os aspectos sociais e econômicos em escala global, como no momento em que vivemos. Nesse projeto, pretende-se contribuir com os estudos termoanalíticos dos fármacos antivirais usados no combate a infecções por HIV e vírus da hepatite. Trata-se de uma ideia latente em nosso grupo já de alguns anos que toma importância face aos graves problemas causados por estes agentes infecciosos e a grande dificuldade de desenvolver vacinas para prevenção e fármacos eficientes para o tratamento das afecções causadas pelos vírus. Assim apresenta-se uma introdução relativamente longa, mas necessária para contextualizar a problemática envolvida e as dificuldades de obter agentes antivirais eficientes, para o que é necessário entender o que são os vírus, como agem, como se replicam e como infectam células saudáveis. Associadas a técnicas complementares, os resultados termonalíticos podem contribuir de forma significativa para a caracterização e entendimento do comportamento de fármacos, incluindo estudos (a) identificação e caracterização: determinação do ponto de fusão, mudanças de fase, transições vítreas e conteúdo de umidade e controle de qualidade; b)Estabilidade: decomposição térmica, análise cinética de decomposição, c) Polimorfismo e pseudo-polimorfismo; d) Pureza; (e) Diagramas de fase; f) Quantificação e detecção. Os métodos cromatográficos, apesar de úteis na quantificação e separação dos componentes de formulações, não permitem avaliar estabilidade, nem caracterizar mecanismos de decomposição dos fármacos. Assim, as técnicas de separação associadas aos métodos termoanalíticos oferecem amplo leque de caracterização e controle de qualidade dessas substâncias. Assim, este projeto pretende contribuir ao estudo dos fármacos antivirais da classe dos inibidores da protease, que podem se dividir entre aqueles que são utilizados no tratamento de HIV e no tratamento de hepatite. Curiosamente, há poucos estudos termoanalíticos desses fármacos, apesar de sua enorme importância para a sociedade contemporânea. Como resultados desses estudos espera-se obter mecanismos completos para o comportamento desses fármacos, incluindo caracterização de intermediários de decomposição e substâncias evolvidas durante a decomposição térmica, detecção de eventuais polimorfos, transições de fase e outras informações relevantes, usando técnicas espectroscópicas (FTIR, RMN, HPLC-MS, etc..), de microscopias (ótica e termomicroscopia) e outras. Com isso pretende-se contribuir aos aspectos de desenvolvimento desses fármacos e aos problemas de resistência medicamentosa e descarte. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)