Busca avançada
Ano de início
Entree

O potencial de encurtar o tempo de adaptação de bovinos Nelore a dietas de alto concentrado utilizando apenas Virginiamicina como aditivo alimentar.

Resumo

Bovinos confinados são usualmente adaptados a dietas de alto concentrado contendo monensina sódica (MON) em períodos maiores que 14 dias. No entanto, para dietas de terminação com baixo teor de energia, o uso de MON durante a adaptação pode reduzir a ingestão de matéria seca (IMS), e neste caso a virginiamicina (VM) pode ser uma alternativa. Este estudo teve como objetivo determinar o potencial do uso da virginiamicina como único aditivo alimentar para encurtar o período de adaptação de bovinos Nelore a dietas de alto concentrado. Foram avaliados efeitos sobre o desempenho, comportamento ingestivo, e morfometria ruminal e cecal. O experimento foi em blocos inteiramente casualizados, onde cada tratamento foi replicado seis vezes (4 animais/baia), nos quais 120 Nelore inteiros (390.4 ± 19.0 kg) foram alimentados em 30 baias por 111 dias de acordo com os seguintes tratamentos: (1) MON e adaptação por 14 dias (MON14), (2)MON + VM e adaptação por 14 dias (MONVM14), (3) VM e adaptação por 14 dias (VM14), (4) VM e adaptação por 9 dias (VM9), e (5) VM e adaptação por 6 dias (VM6). No final da adaptação, 30 animais (1 por baia) foram aleatoriamente abatidos para avaliações ruminais e cecais. Os 90 animais restantes foram abatidos ao final do estudo. Não foram observados efeitos dos tratamentos (P > 0.10) para peso vivo final, ganho de peso diário (GPD) e peso de carcaça quente (PCQ). Bovinos alimentados com VM14 tiveram maior IMS (P < 0.03), expressa em do peso vivo quando comparados a animais que consumiram MON14 e MONVM14 no entanto, bovinos Nelore que foram alimentados com MON14 e MONVM14 melhoraram a eficiência alimentar (P < 0.02) em 10.4 e 8.1%, respectivamente, quando comparado àqueles que consumiram VM14. Além disso, animais que consumiram VM14 tiveram menor (P < 0.05) área média de papilas (0.34 vs. 0.42 cm2) e área de superfície absortiva do rúmen (28.9 vs. 33.8 cm2) que os que foram alimentados com MON14. Para animais alimentados somente com VM, a medida que o tempo de adaptação foi reduzido, o ganho diário de gordura subcutânea do músculo Longissimus (P = 0.02) e do músculo Biceps femoris (P = 0.02) diminuíram linearmente, o que, como resultado, diminui a espessura de gordura subcutânea do Biceps femoris (P < 0.01). Bovinos confinados alimentados com VM como único aditivo alimentar não devem ser adaptados a dietas de alto concentrado em menos de 14 dias. Independente do tempo de adaptação ou do aditivo alimentar, bovinos confinados necessitam de no mínimo 14 dias para se adaptar a dietas com altos teores de concentrado. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)