Busca avançada
Ano de início
Entree

ArchFlex: sistema construtivo para edifícios em madeira engenheirada

Processo: 21/04802-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de novembro de 2021 - 31 de outubro de 2023
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Tecnologia de Arquitetura e Urbanismo
Pesquisador responsável:Taís de Moraes Alves
Beneficiário:Taís de Moraes Alves
Empresa:T de Moraes Arquitetura
CNAE: Comércio varejista de ferragens, madeira e materiais de construção
Atividades técnicas relacionadas à arquitetura e engenharia
Município: São Paulo
Pesq. associados: Fulvio Ramos Roxo
Vinculado ao auxílio:18/22343-0 - ArqFlex: sistema industrializado de módulos espaciais flexíveis em madeira, AP.PIPE
Bolsa(s) vinculada(s):21/11417-6 - ArchFlex: sistema construtivo para edifícios em madeira engenheirada, BP.PIPE
21/11441-4 - ArchFlex: Sistema Construtivo para Edifícios em Madeira Engenheirada (Perspectiva da Engenharia), BP.TT
Assunto(s):Construção sustentável  Industrialização  Sustentabilidade  Dióxido de carbono  Sistemas e processos construtivos  Estruturas pré-fabricadas  Madeira de reflorestamento 

Resumo

Este projeto Pipe Fase 2 propõe o desenvolvimento de um sistema construtivo em madeira engenheirada para edificações de até 5 andares. Este sistema construtivo, chamado ArchFlex, acelera a substituição de materiais com alta pegada de carbono, como o concreto e o aço, por um material renovável que aprisiona CO2 ao longo de seu ciclo de vida, a madeira de reflorestamento. A solução desenvolvida pela ArchFlex é única no mercado por combinar sustentabilidade, um sistema modular rápido e a integração entre projeto, orçamento e compra online. Desse modo, ao mesmo tempo em que o sistema ArchFlex oferece uma técnica construtiva que aprisiona carbono e demanda pouca água e energia, sua adoção resulta em tempo de construção até 4 vezes menor que o de obras convencionais. Além disso, ao projetar com o sistema é possível extrair orçamentos do arquivo de projeto com facilidade e comprar online todos os componentes construtivos necessários para a obra. A ArchFlex atende a 2 Segmentos de Clientes. Para as Incorporadoras oferecemos como Propostas de Valor rapidez de obra, acelerando o retorno de investimentos em empreendimentos imobiliários, maior valor agregado e acesso ao mercado ecológico de nicho. Já os Profissionais da Área, nosso segundo Segmento de Clientes, se beneficiam da diferenciação resultante do uso de uma tecnologia sustentável, da otimização do trabalho, visto que o sistema permite projetar e construir com maior eficiência, e da nossa solução de orçamento e compra integrados ao projeto. A relevância dessas Propostas de Valor para os segmentos atendidos foi comprovada através de mais de 100 entrevistas com potenciais clientes conduzidas de acordo com o método Customer Development, desenvolvido por Steve Blank e adotado pelo Programa Pipe Empreendedor. As cartas de interesse de investidores, incorporadoras e profissionais, anexadas ao projeto, reforçam o alto potencial econômico da solução que estamos desenvolvendo. Tendo validado a viabilidade técnica e comercial de nossa solução ao longo do projeto Pipe Fase 1, ainda em desenvolvimento, pretendemos dar seguimento à pesquisa no Pipe Fase 2 através de 2 eixos de trabalho: A. Desenvolvimento e Inovação, focado no detalhamento em nível executivo do sistema construtivo, na construção de protótipos e no desenvolvimento de um plugin para orçamento integrado a software de projeto; B. Comercialização, centrado no desenvolvimento da Plataforma Online ArchFlex, nosso canal de vendas voltado para Profissionais da Área. Propomos uma integração disruptiva entre projeto, orçamento e compra de componentes construtivos: após obter a lista de material através do nosso plugin para Sketchup, o profissional poderá fazer o upload da lista na Plataforma Online, fechar a compra e fazer o pagamento online. Nosso escopo inicial de atuação será as regiões Sul e Sudeste do Brasil, onde estão concentradas as empresas nacionais do setor madeireiro. O mercado da construção civil dessas duas regiões é pujante e representa 5% do PIB nacional, ou R$344 bilhões/ano. Como meta a médio prazo, prevemos uma atuação em escala internacional. Considerando que as florestas plantadas brasileiras alcançam taxas de produtividade de 2 a 10 vezes maiores que as de outros países líderes na produção de madeira, há grande potencial comercial para exportação de componentes em madeira engenheirada com custo competitivo e desenhados como parte de um sistema construtivo eficaz e com excelente desempenho. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)