Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da hipóxia intermitente de recuperação sobre respostas moleculares, metabólicas e neuromusculares: implicações para otimização do treinamento de nadadores

Processo: 19/20930-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2021 - 30 de junho de 2023
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Marcelo Papoti
Beneficiário:Marcelo Papoti
Instituição-sede: Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto (EEFERP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Pesq. associados:Carlos Arterio Sorgi ; Flávio Antônio de Souza Castro ; Fúlvia de Barros Manchado Gobatto ; Marcello Teixeira Castiglia ; Marcelo Riberto ; Rômulo Cássio de Moraes Bertuzzi
Assunto(s):Fisiologia do exercício  Treinamento físico  Natação  Metabolômica  Metabolismo energético  Altitude  Hipóxia intermitente 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Altitude | Hipóxia Intermitente | Metabolismo energético | Metabolomica | Natação | Treinamento | Fisiologia do exercício

Resumo

Considerando que as diferentes abordagens de exposição a hipóxia em combinação com o treinamento promovem respostas locais e sistêmicas distintas que por consequência, influenciam de modo específico, parâmetros que estão associados ao desempenho esportivo, o objetivo do presente projeto será investigar os efeitos agudos de diferentes combinações de hipóxia intermitente associada ao treinamento (THI; FiO2=13,5%), sobre respostas moleculares, metabólicas e neuromusculares, bem como suas implicações para otimização do treinamento de nadadores. Para contemplar o objetivo geral desse projeto, serão realizados três experimentos com objetivos específicos. O primeiro será realizado no ergômetro de Krogh utilizando o exercício de extensão unilateral de joelhos e terá como objetivo comparar os efeitos de diferentes modelos de THI sobre a expressão de proteínas musculares (fator induzível de hipóxia, hexoquinase, lactato desidrogenase, citrato sintase e fosfofrutoquinase) a partir de biópsias realizadas antes e após os THI. Os participantes serão divididos em dois grupos [Esforço e recuperação em hipóxia (EH:RH), Esforço em hipóxia e recuperação em normóxia (EH:RN)]. Ambos os grupos (EH:RH e EH:RN) realizarão esforços com extensão unilateral de joelhos. A perna contralateral de ambos os grupos será exercitada e recuperada em normóxia [EN:RN (grupo controle)]. O segundo experimento será realizado no cicloergômetro e terá como objetivo comparar os efeitos dos diferentes THI sobre a participação metabólica [aeróbia e anaeróbia (alática e lática)] e parâmetros de fadiga central e periférica (twitch interpolation). Nesse experimento os participantes serão submetidos a esforços nas condições de EH:RH, EH:RN e EN:RN. Finalmente o terceiro experimento, terá como objetivo investigar os efeitos dos THI sobre a participação metabólica, parâmetros mecânicos e o desempenho de nado. Os nadadores serão submetidos a três sessões de treinamento, sendo que cada uma abordará uma combinação de THI (EH:RH, EN:RH e EN:RN). Para gerar as diferentes condições de hipóxia em natação, será construído uma estrutura geradora de hipóxia que poderá ser utilizada em piscina convencional com custo substancialmente reduzido em comparação aos modelos comerciais. As sessões de treinamento, em todos os experimentos, serão compostas por dez esforços com duração de aproximadamente 30s em intensidade de "all-out", separados por 4min de recuperação passiva. Adicionalmente, a análise dos metabólitos sanguíneos (metabolômica) serão realizadas nos experimentos 1 e 3. As respostas moleculares (experimento 1), metabólicas (experimentos 1, 2 e 3), neuromusculares (experimento 2), parâmetros mecânicos e o desempenho de nado (experimento 3) serão comparadas entre as situações por meio de um modelo misto, com fatores fixos (i.e., condição de exposição e o tempo de avaliação) e aleatórios (i.e., participantes). Os efeitos dos THI, antes, durante e após cada sessão de treinamento serão comparados por meio da análise de variância ANOVA Two-way, seguida do post hoc de Tukey. As associações entre as alterações das variáveis de interesse (metabólicas, metabólitos sanguíneos, musculares e de fadiga) com os desempenhos nos diferentes experimentos e com as doses de hipóxia, serão verificadas com o teste de correção de Pearson. Em todos os casos o nível de significância será fixado em p < 0,05. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)