Busca avançada
Ano de início
Entree

Do macro aos genes da membrana corioalantóide de éguas gestantes de clones equinos

Processo: 20/10260-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2021 - 30 de setembro de 2023
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Pesquisador responsável:Claudia Barbosa Fernandes
Beneficiário:Claudia Barbosa Fernandes
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados: Alejandro Esteller-Vico ; Antônio Chaves de Assis Neto ; Bruno Cogliati ; Maria Augusta Alonso ; Mariana Matera Veras ; Perla Dagher Cassoli Fleury ; Pouya Dini
Assunto(s):Obstetrícia veterinária  Equinos  Morfometria  Placenta  Membrana corioalantoide  Células somáticas  Epigênese genética  Transcriptoma  Clonagem 

Resumo

A clonagem representa um dos maiores avanços científicos no âmbito da biotecnologia animal, permitindo além da produção/reprodução animal, a preservação de espécies ameaçadas de extinção e a geração de células ou tecidos para fins terapêuticos. Na espécie equina, atualmente a eficiência da clonagem é considerada baixa, cerca de 0,1% a 15% das prenhezes resultam em potros viáveis. Estudos demonstram uma diversidade de anormalidades em placentas provenientes de clones equinos, tais como processos inflamatórios e alterações vasculares. Apesar da relevância desta biotécnica, pouco se sabe sobre os fundamentos das alterações na membrana corioalantóide, os reflexos destas na viabilidade neonatal, bem como fatores atuantes no genoma; a dinâmica endocrinológica; a estruturação celular e tecidual das placentas provenientes de clones equinos. Perante o exposto, o projeto realizará a análise histopatológica, esterológica, ultraestrutural, esteroidogênica, epigenética e transcriptomica em 10 membranas corioalantoides de éguas gestantes de clones equinos vivos ao nascimento e 05 membranas coriolanatóides de éguas gestantes de clones natimortos(advindos da técnica de Transferência Nuclear de Células Somáticas Adultas) e 10 membranas corioalantoides de éguas gestantes de animais-controle (advindos da técnica de Inseminação Artificial e Transferência de Embrião convencional). Os resultados obtidos quando não descritivos serão submetidos a análise estatística utilizando o programa SAS Institute (Cary, NC), onde valores de P d 0,05 serão considerados estatisticamente significativos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)