Busca avançada
Ano de início
Entree

Características de TIMP1, CD63 e beta1-integrina e o impacto funcional de sua interação no câncer

Resumo

O inibidor de metaloproteases 1, TIMP-1, é conhecido por sua função bem estabelecida de inibir a atividade proteolítica de metaloproteases de matriz extracelular. Dada esta função, muitos estudos foram feitos para verificar se TIMP1 era capaz de interromper processos como invasão e metástase tumoral. Ao contrário do esperado, muitos estudos têm mostrado que a expressão de TIMP-1 está aumentada em diversos tumores e que este aumento correlaciona com pior prognóstico e menor sobrevida de pacientes com câncer. Mais tarde, demonstrou-se que TIMP-1 também é capaz de modular o comportamento celular pela indução de vias de sinalização envolvidas em crescimento, proliferação e sobrevida. Os mecanismos envolvidos na regulação das funções pleiotrópicas de TIMP-1 ainda são pouco compreendidos. Portanto, esta revisão visa apresentar dados da literatura que mostram sua capacidade de formar um complexo na membrana com CD63 e beta1-integrina, e aponta a N-glicosilação como um potencial mecanismo regulatório das funções exercidas por TIMP-1. Este arigo revisa as características e funções desempenhadas individualmente por TIMP-1, CD63 e beta1-integrina, os papéis do complexo formado por estas moléculas, tanto no contexto fisiológico como no câncer, e os mecanismos regulatórios envolvidos na formação deste complexo. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)