Busca avançada
Ano de início
Entree

Adaptação durante transições biogeográficas do Cerrado para a Caatinga: paralelismo evolutivo e idiossincrasias em linhagens independentes do gênero Cereus (Cactaceae)

Processo: 20/15161-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2021 - 31 de julho de 2023
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Fitogeografia
Pesquisador responsável:Fernando de Faria Franco
Beneficiário:Fernando de Faria Franco
Instituição-sede: Centro de Ciências Humanas e Biológicas (CCHB). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Sorocaba , SP, Brasil
Pesq. associados: Daniela Cristina Zappi ; Danilo Trabuco Do Amaral ; Evandro Marsola de Moraes ; Nigel Paul Taylor
Assunto(s):Adaptação  Genômica 

Resumo

No presente projeto utilizaremos uma abordagem genômica e ecológica para testar a hipótese de seleção natural paralela associada a transição histórica do Cerrado para a Caatinga em duas linhagens independentes do gênero Cereus (Cactaceae), distintas com relação a idade de origem, ocupação de habitats e fuso filogenético. Considerando as condições climáticas e edáficas distintas entre o Cerrado e Caatinga, o principal pressuposto é que transições biogeográficas envolvendo esses biomas devem ter sido acompanhadas por alterações adaptativas e evolução do nicho, o que geralmente ocorrem nesse tipo de evento. A estratégia para coleta de dados envolve obtenção dados genéticos (transcriptomas e genomas completos de baixa cobertura) e ecológicos (fenótipos selecionados e modelagem de nicho ecológico) para espécies de dois clados de Cereus, a saber: a) clado Jamacaru (C. jamacaru subsp. jamacaru e C. jamacaru subsp. calcirupicola); b) clado D (C. albicaulis e C. mirabella); além de grupos externos para cada clado. A partir desse desenho experimental e uma série de abordagens estatísticas, será possível testar se existem assinaturas de seleção natural comuns nas transições independentes do Cerrado para a Caatinga experienciadas pelo gênero Cereus, o que poderia indicar paralelismo evolutivo no nível de sítios nucleotídicos, de genes, ou de vias metabólicas. Além disso, como os clados alvo apresentam particularidades com relação aos nichos ocupados, também será possível investigar assinaturas de adaptação idiossincráticas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)