Busca avançada
Ano de início
Entree

Alcance manual em lactentes de risco ambiental e biológico aos 6 meses de idade

Processo: 21/07191-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de agosto de 2021 - 31 de janeiro de 2022
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Eloisa Tudella
Beneficiário:Eloisa Tudella
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Fatores de risco  Fisioterapia 

Resumo

Objetivo: Avaliar os parâmetros cinemáticos, ajustes distais e proximais do alcance manualde lactentes com risco biológico e risco ambiental, comparando-os com o desempenho doalcance de lactentes sem risco aos seis meses de idade. Metodologia: Este estudo transversalcego incluiu 62 lactentes aos seis meses de idade, de ambos os sexos, que foram divididos emtrês grupos independentes. Grupo 1 (G1): 28 lactentes nascidos a termo, que nãoapresentaram fatores de risco para o desenvolvimento; Grupo 2 (G2): 19 lactentes nascidos atermo classificados com baixo nível socioeconômico; Grupo 3 (G3) 15 lactentes nascidosmuito prematuros na faixa etária de 6 meses de idade corrigida. Para a avaliação do alcanceos lactentes foram posicionados em uma cadeira de teste inclinada a 45° e um objetomaleável e não familiar foi apresentado em intervalos de 5 segundos. Resultados: Observou-se diferença significativa entre os grupos para as variáveis: duração do movimento (p=0,032Conhen's f=0.349) e unidade de movimento (p=0,033, Conhen's f=0.351). Esses parâmetrosforam maiores para os lactentes do G2, entretanto essa diferença foi significativa apenas entreo G2 vs. G3 (p=0,027) (p=0,043) respectivamente. Em relação aos ajustes proximais e distais,observou-se uma associação moderada entre a orientação da palma da mão e o fator grupo.Essa correlação foi observada para a posição da palma da mão horizontal e lactentes do G2(V=0,30; p=0,031), caracterizando alcance menos funcionais. Conclusão: Lactentes de baixonível socioeconômico apresentaram alcances menos funcionais que lactentes muitoprematuros aos seis meses de idade. O nível socioeconômico parece ter um impacto maiornessa habilidade que o risco biológico. Sabendo da importância do alcance para odesenvolvimento, ressaltamos que estratégias de baixo custo, no âmbito da saúde pública,precisam ser elaboradas, a fim de identificar possíveis atrasos e intervir o mais precocementena tentativa de minimizar impactos negativos futuros. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)