Busca avançada
Ano de início
Entree

Impacto do microrna-22 e da senescência celular nas disfunções metabólicas induzidas pela obesidade

Resumo

A obesidade é fator de risco para o desenvolvimento de diversas doenças. Estudos recentes indicam que a obesidade induzida por dieta rica em gordura aumenta a senescência celular do tecido adiposo branco, e que a depleção de células senescentes diminui algumas alterações cardiovasculares e metabólicas promovidas pela obesidade. Apesar da obesidade aumentar a senescência celular, pouco se sabe a respeito dos mecanismos envolvidos no aumento da senescência do tecido adiposo branco desencadeada pela dieta rica em gordura. Um dos mecanismos relacionados ao controle da senescência celular é o miRNA-22. Trabalhos desenvolvidos pelo nosso grupo identificaram que a deleção do miRNA-22 atenua o ganho de tecido adiposo branco e previne a dislipidemia induzida pela obesidade. Considerando que o miRNA-22 e a dieta rica em gordura estimulam a senescência celular, o objetivo do presente estudo consiste em caracterizar o impacto do miRNA-22 na senescência do tecido adiposo branco e nas disfunções metabólicas promovidas pela obesidade. Para isso, camundongos wild type e knockout para o miRNA-22 serão induzidos à obesidade e o perfil de senescência do tecido adiposo branco será caracterizado através de análises moleculares. Ainda, para avaliar se a depleção de células senescentes é capaz de potencializar os efeitos promovidos pela deleção do miRNA-22 na obesidade, camundongos wild type e knockout para o miRNA-22 serão induzidos à obesidade e tratados com senolíticos. Para investigar se o tecido adiposo branco de obesos secreta moléculas capazes de influenciar as disfunções metabólicas, e se o miRNA-22 é capaz de modular esse efeito, serão realizados experimentos de transplante de tecido adiposo branco de camundongos obesos, com ou sem o miRNA-22, em camundongos receptores, que serão induzidos à obesidade. Além disso, para caracterizar diretamente o impacto do miRNA-22 na senescência celular de adipócitos, serão utilizadas células 3T3-L1 com deleção do miRNA-22 pelo método de CRISPR/Cas9. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)