Busca avançada
Ano de início
Entree

Dimorfismo intra-sexual masculino e táticas alternativas de reprodução: uma abordagem multi-disciplinar

Resumo

Em muitas espécies animais, alguns machos exibem uma tática alternativa de reprodução que difere da tática convencional. Por exemplo, se a maioria dos machos defende territórios reprodutivos, machos que exibem a tática alternativa podem agir como satélites ou mesmo imitar fêmeas para invadir tais territórios. Quando mais de uma tática reprodutiva é empregada com sucesso por machos em uma população, a seleção disruptiva pode favorecer a evolução do dimorfismo masculino, que implica na presença de dois morfos discretos: machos grandes (majors) que exibem a tática convencional e machos pequenos (minors) que exibem a tática alternativa. O dimorfismo masculino associado a táticas alternativas de reprodução é relativamente comum em artrópodes e, entre os aracnídeos, a vasta maioria dos casos concentra-se na ordem Opiliones. O grupo oferece uma oportunidade única para avançarmos nosso conhecimento teórico e empírico sobre tema, pois: (1) dispomos de uma boa base de história natural para várias espécies com dimorfismo masculino; (2) muitas dessas espécies são facilmente observadas em campo; (3) existem filogenias que permitem a realização de estudos comparativos; e (4) o número de pesquisadores que trabalham com o grupo ao redor do mundo cresceu muito nos últimos 15 anos. Portanto, atingimos o amadurecimento científico necessário para compor uma equipe internacional que usará opiliões como um sistema de estudo para responder questões que estão na fronteira do conhecimento sobre seleção sexual. De forma geral, o objetivo deste projeto será responder questões inéditas relacionadas às causas e consequências do dimorfismo masculino. O projeto está dividido em quatro sub-projetos com questões complementares e que serão respondidas usando uma abordagem multi-disciplinar, que envolve morfometria geométrica, ecologia química, ecologia molecular e métodos comparativos. Os resultados que serão obtidos são de interesse de todos aqueles que trabalham com evolução e manutenção de polimorfismos, tendo assim potencial de serem publicados em periódicos de grande visibilidade na área de biologia evolutiva. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)