Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da suplementação proteica associado ao exercício resistido sobre o controle glicêmico, produto de glicação avançada, composição corporal, equilíbrio postural e força muscular em idosos portadores de Diabetes Mellitus tipo 2: ensaio clínico randomizado

Resumo

Objetivos: O objetivo do estudo é investigar o efeito da suplementação proteica associado ao exercício resistido de 12 semanas sobre o controle glicêmico, a formação dos produtos de glicação avançada, a composição corporal, o equilíbrio postural, a força muscular em idosos portadores de Diabetes Mellitus Tipo 2 (DM2). Secundariamente avaliar a evolução das cargas e o efeito no perfil lipídico para risco cardiovascular. Métodos: Trata-se de um Ensaio Clínico Randomizado e Triplo Cego. A população do presente estudo será composta por homens portadores de diabetes tipo 2 (DM2) com idade entre 65 e 79 anos, cujo índice de massa corporal (IMC) deverá estar entre 22 e 32 kg/m2. Os indivíduos idosos serão distribuídos aleatoriamente em dois grupos: Grupo Proteína e Grupo Controle. Ambos farão o treinamento resistido por 12 semanas, duas vezes por semana, em cada exercício serão realizadas 3 séries entre 8 a 12 repetições. A intensidade deverá ficar entre 7 - 8 e será monitorada de acordo com a Percepção Subjetiva de Esforço, utilizando uma escala de 0 a 10, seguindo recomendações do American College of Sports Medicine (ACSM). Além disso, receberão suplementação proteica ou placebo, de acordo com o grupo. Serão realizados exercícios destinados aos grandes grupos musculares: "press" peitoral, remada, leg-press, cadeira extensora, flexões plantares dos gastrocnêmios e flexões abdominais. A suplementação de 20 g de proteínas do soro do leite ou a maltodextrina (controle) serão realizadas após o treino de força, ambas diluídas em água. Todos os participantes serão orientados a ingerir 1,0 a 1,2 g de proteína/kg de peso por dia. As seguintes avaliações pré e pós treinamento serão aplicadas: Antropométrica e composição corporal: massa corporal, estatura, IMC e relação cintura quadril, massa magra e gorda. Avaliação Funcional por meio da dinamometria isocinética de extensores e flexores de joelho, uma repetição máxima (1RM) e força de preensão palmar. O equilíbrio postural será utilizado o equipamento Balance Master® com os protocolos de subir e descer degraus, sentar e levantar e andar e retornar. Avaliação da ingestão alimentar serão obtidos por meio de recordatório de 24 horas e do questionário de frequência alimentar. Os produtos de glicação avançada (AGE) será realizado pelo leitor de AGE. Controle glicêmico e risco cardiovascular por análises bioquímicas - amostras de sangue periférico (20 ml) serão coletadas nos momentos baseline e 12 semanas. A análise estatística será utilizada o teste de Shapiro Wilk para verificar se as variáveis contínuas apresentavam distribuição normal, para em seguida utilizarmos os testes correspondentes. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)