Busca avançada
Ano de início
Entree

Fatores abióticos e obesidade pré-gestacional: repercussões da leptina, melatonina e cortisol nas células do colostro

Processo: 19/25112-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2021 - 31 de março de 2023
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Pesquisador responsável:Luiz Carlos de Abreu
Beneficiário:Luiz Carlos de Abreu
Instituição-sede: Centro Universitário Saúde ABC. Fundação do ABC. Santo André , SP, Brasil
Pesq. associados:Adenilda Cristina Honorio França ; Blanca Elena Guerrero Daboin ; Carlos Eduardo Gomes Siqueira ; Danny Laura Gomes Fagundes ; Eduardo Luzía França ; Fernando Adami ; Fernando Luiz Affonso Fonseca ; Khalifa Elmusharaf ; Ocilma Barros de Quental ; Patricia Fernandes Massmann ; Tassiane Cristina Morais
Assunto(s):Saúde materno-infantil  Obesidade  Leite humano  Hormônios  Linfócitos  Macrófagos 

Resumo

É possível que a obesidade implique em alterações nos constituintes hormonais do colostro humano e no desbalanço entre células Th17 e Treg, modificando a homeostase de linfócitos T e assim a plasticidade dos macrófagos que são importantes reguladores da resposta inflamatória, induzindo a elevação de risco de infecção do lactente. No entanto, não se sabe como os constituintes do colostro de gestação implicada pela obesidade influenciam na polarização dos macrófagos humanos para os fenótipos M1 (pro-inflamatório) e M2 (anti-inflamatório). Por isso, o objetivo deste trabalho será avaliar os efeitos da leptina, melatonina, cortisol e células T sobre a plasticidade e polarização dos macrófagos do colostro, de mulheres com gestação complicada pela obesidade, bem como a influência de fatores abióticos entre diferentes continentes. Será realizado um estudo transversal com análises laboratoriais de 120 mulheres de 3 localidades geográficas diferentes, sendo, 40 do Brasil, 40 do Estados Unidos, 40 da Irlanda). Os colostros serão distribuídos em: grupo eutrófico (IMC entre 18,5 a 24,9 kg/m2) e grupo com obesidade (IMCe30 kg/m2). As populações celulares serão obtidas por meio de Beads magnéticas. A detecção dos fenótipos dos macrófagos e o balanço entre células Th17/Treg será realizado por citometria de fluxo. Os hormônios do sobrenadante do colostro, os níveis dos seus respectivos receptores nas células, e marcadores intracelulares de fenótipos de macrófagos serão realizados por ELISA. Serão considerados diferenças significativas quando o p<0,05. Espera-se com os resultados do estudo contribuir para a compreensão dos impactos dos fatores abióticos sobre a obesidade e nos parâmetros biológicos que refletem nos constituintes do colostro que é fundamental para a modulação do sistema imunológicos do recém-nascido (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)