Busca avançada
Ano de início
Entree

EMU Concedido no projeto 2017/10581-1: equipamento de fluorescência de raios X por reflexão total S4 T-STAR.

Processo: 21/02763-8
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Programa Equipamentos Multiusuários
Vigência: 01 de maio de 2021 - 30 de abril de 2028
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física da Matéria Condensada
Pesquisador responsável:Pascoal Jose Giglio Pagliuso
Beneficiário:Pascoal Jose Giglio Pagliuso
Instituição Sede: Instituto de Física Gleb Wataghin (IFGW). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:17/10581-1 - Fenômenos emergentes em sistemas de dimensões reduzidas, AP.ESP
Assunto(s):Magnetismo  Nanopartículas  Campo elétrico  Anisotropia  Propriedades ópticas  Propriedades magnéticas  Supercondutividade  Desenvolvimento de novos materiais  Fluorescência de raio X  Aquisição de equipamentos  Equipamentos multiusuários  Infraestrutura de pesquisa 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Campo Elétrico Cristalino | Dimensionalidade e anisotropias | Magnetismo | Nanopartículas | propriedades óticas e magnéticas | Síntese de novos materiais | Magnetismos e supercondutividade em novos materiais de baixa dimensionalidade
As informações de acesso ao Equipamento Multiusuário são de responsabilidade do Pesquisador responsável
Página web do EMU: Página do Equipamento Multiusuário não informada
Tipo de equipamento:Caracterização de Materiais - Espectroscopia - Emissão de raios-X (ICP, ICP-MS, LIBS)
Fabricante: Fabricante não informado
Modelo: Modelo não informado

Resumo

O comportamento coletivo de elétrons interagentes em sólidos invariavelmente propicia a emergência de fenômenos complexos de interesse em matéria condensada tais como supercondutividade, magnetorresistência, termoeletricidade, ordenamentos magnéticos complexos, propriedades multiferróicas, transições metal-isolante, comportamento non-Fermi-Liquid (NFL), manifestação de estados protegidos de borda e superfície, etc. Todos esses fenômenos são governados por diversos parâmetros microscópicos de difícil determinação experimental inequívoca e modelagem teórica, os quais são fortamente afetados pela dimensionalidade do sistema. Assim, neste projeto, propomos o estudo da evolução desses fenômenos emergentes em sistemas de dimensões reduzidas, seja pelo seu próprio tamanho (nanoestruturas) ou pelas dimensionalidades de suas propriedades (sistemas massivos com propriedades 2D ou 1D). Para este fim, faremos uso do alto grau de especialização da equipe do projeto na produção amostras (nanopartículas, nanfios e manocristais) e na caracterização macroscópica e microscópicas de materiais usando experimentos de resistividade elétrica, efeito Hall, magnetização, susceptibilidade magnética dc/ac, calor específico, magnetoimpedância, torquimetria, ressonâncias de spin eletrônico (ESR), nuclear (NMR) e quadrupolar (NQR), espalhamento Raman, difração de raios-X (pó e magnética), absorção de raios-X (XANES, EXAFS, XMCD), análise elementar (EDS e WDS) e Espectroscopia de Fotoemissão Resolvida em ângulo (ARPES). O completo entendimento microscópico desses fenômenos emergentes em matéria condensada é crucial para alavancar o desenvolvimento científico e tecnológico nas diversas área estratégicas que envolve matéria condensada tais como: desenvolvimento de novos materiais, nanopartículas e dispositivos, aperfeiçoamento da eficiência energética de materiais, geração de altos campos magnéticos para aceleradores e tomógrafos, computação quântica, dispositivos ópticos para telecomunicação etc. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)