Busca avançada
Ano de início
Entree

Dinâmica e evolução de Aglomerados Estelares Jovens (DYSC)

Resumo

O Cinturão de Gould, um anel em expansão composto por gás, poeira e estrelas jovens, foi o modelo dominante por mais de um século para explicar a distribuição das regiões de formação estelar mais proeminentes na vizinhança solar. No entanto, a descoberta recente de uma estrutura gasosa em forma de onda (a Onda de Radcliffe) que se estende por mais de 2 kpc e inclui a maioria dos complexos de nuvens moleculares do Cinturão de Gould exige que a estrutura local e história de formação da Galáxia sejam revistos. Os aglomerados estelares jovens são os melhores laboratórios para o estudo da formação de estrelas e planetas, e portanto, traçadores ideais da formação e evolução de galáxias. O projeto DYSC (em inglês, Dynamics and Evolution of Young Stellar Clusters) visa realizar um estudo dos aglomerados jovens da Galáxia com o objetivo final de construir o panorama mais completo da vizinhança solar em 7D (posição 3D, velocidade 3D e idade). O projeto DYSC irá: (1) produzir um levantamento definitivo da população estelar (e subestelar) de estrelas jovens que formam a Onda de Radcliffe e o Braço Local, e potencialmente descobrir novos grupos de estrelas, (2) investigar a estrutura, dinâmica, evolução e história de formação estelar de cada aglomerado jovem, e (3) conectar suas propriedades individuais (distribuição espacial, campo de velocidade e idade) em uma escala galáctica. Esta proposta tem como objetivo criar um novo grupo de pesquisa que irá utilizar a astrometria de ponta (missão espacial Gaia e observações VLBI) e técnicas de aprendizado de máquina com o objetivo de fornecer soluções inovadoras para problemas em aberto no estudo de formação estelar, estrutura e dinâmica da Galáxia. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)