Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação das concentrações séricas de vitamina D em pacientes internados por COVID-19: prevalência de hipovitaminose e fatores associados

Processo: 20/06725-0
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2021 - 30 de abril de 2023
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Fábio Fernandes Neves
Beneficiário:Fábio Fernandes Neves
Instituição Sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Pesquisadores associados:Alceu Afonso Jordão Junior ; Anderson Ferreira da Cunha ; Caio César de Melo Freire ; Henrique Pott Junior ; Lucimar Retto da Silva de Avó ; Márcia Regina Cominetti ; Regina Vincenzi Oliveira ; Sigrid De Sousa dos Santos
Assunto(s):Infectologia  Infecções por Coronavirus  COVID-19  SARS-CoV-2  Imunomodulação  Deficiência de vitaminas  Vitamina D  Estresse oxidativo  Inflamação  Pandemias 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Covid-19 | Estresse oxidativo | infecções por coronavirus | Inflamação | SARS-CoV-2 | vitamina D | Infectologia

Resumo

Em dezembro de 2019, um novo coronavírus foi identificado na província de Wuhan, China, como o agente causador de infecções respiratórias, inclusive com casos de insuficiência respiratória e morte. O vírus denominado SARS-CoV-2 disseminou-se rapidamente para mais de 180 países, inclusive o Brasil, causando um alarme internacional e declaração de pandemia pela Organização Mundial de Saúde. Contudo, apesar da importância epidemiológica, informações adicionais sobre SARS-CoV-2 são necessárias para entender melhor a transmissão, a fisiopatogenia, os fatores de gravidade da doença e os riscos para a população em geral. A vitamina D possui propriedades imunomoduladoras, incluindo a regulação de citocinas inflamatórias, podendo ter um papel preventivo na evolução da lesão aguda pulmonar. É plausível que a vitamina D possa ter um papel protetor contra o SARS-CoV-2, reduzindo a gravidade da pneumonia e a evolução para síndrome do desconforto respiratório agudo. Entretanto, inexistem estudos sobre a prevalência de hipovitaminose D e os fatores associados a esta condição na população de infectados pelo SARS-CoV-2. Considerando essa lacuna no conhecimento, o presente estudo tem por objetivo avaliar os níveis séricos de vitamina D em pacientes internados com infecção pelo SARS-CoV-2, bem como identificar os fatores associados a esta deficiência, especialmente variáveis inflamatórias e de estresse oxidativo. Para tanto, é apresentado o projeto de um estudo observacional, tipo transversal, com pacientes de ambos os sexos, com idade superior ou igual a 18 anos e internados com suspeita de infecção pelo SARS-CoV-2. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
NEVES, FABIO FERNANDES; POTT-JUNIOR, HENRIQUE; YAMASHITA, KAORI MARIA CAROLINA; SANTOS, SIGRID DE SOUSA; COMINETTI, MARCIA REGINA; FREIRE, CAIO CESAR DE MELO; DA CUNHA, ANDERSON FERREIRA; JORDAO, ALCEU AFONSO. Do the oxidative stress biomarkers predict COVID-19 outcome? An in-hospital cohort study. Free Radical Biology and Medicine, v. 207, p. 6-pg., . (20/06725-0)
NEVES, FABIO FERNANDES; POTT-JUNIOR, HENRIQUE; SANTOS, SIGRID DE SOUSA; COMINETTI, MARCIA REGINA; DE MELO FREIRE, CAIO CESAR; DA CUNHA, ANDERSON FERREIRA; JORDAO, ALCEU AFONSO, JR.. Vitamin D deficiency predicts 30-day hospital mortality of adults with COVID-19. CLINICAL NUTRITION ESPEN, v. 50, p. 4-pg., . (20/06725-0)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.