Busca avançada
Ano de início
Entree

Modulação autonômica (simpática e parassimpática) das respostas inflamatórias e cardiocirculatórias em situações fisiopatológicas clínicas e experimentais

Processo: 20/06043-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de maio de 2021 - 30 de abril de 2026
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Helio Cesar Salgado
Beneficiário:Helio Cesar Salgado
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Pesquisadores principais:
Cláudia Helena Lovato da Silva ; Rubens Fazan Junior
Pesq. associados:Adriana Barbosa Ribeiro ; Adriana Campos Passanezi Santana ; Alexandre Kanashiro ; Aline Barbosa Ribeiro ; Carlos Augusto Fernandes Molina ; Carlos Ferreira dos Santos ; Elen Rizzi Sanchez ; Fábio Nelson Gava ; Heloísa Della Coletta Francescato ; José Carlos Farias Alves Filho ; Juliana Pfrimer Falcão ; Marcus Vinicius Simões ; Marina de Toledo Durand ; Michel Reis Messora ; Minna Moreira Dias Romano ; Renata Maria Lataro ; Sandra Yasuyo Fukada Alves ; Silvia Carolina Guatimosim Fonseca ; Terezila Machado Coimbra
Bolsa(s) vinculada(s):21/08622-7 - Respostas inflamatórias e cardiocirculatórias na Periodontite Experimental, por meio da ligadura bilateral do primeiro molar da mandíbula, em ratos espontaneamente hipertensos (SHR), BP.PD
21/06988-4 - Relação da Estomatite Relacionada à Prótese (ERP) com risco cardiovascular e efeito da desinfecção de prótese comparada ao tratamento local na remissão da ERP e risco cardíaco: estudo clínico controlado, aleatorizado e duplo-cego, BP.PD
Assunto(s):Fisiologia cardiovascular  Sistema nervoso autônomo  Variabilidade da frequência cardíaca  Doenças cardiovasculares  Barorreflexo  Resposta inflamatória  Alvo terapêutico 

Resumo

O Sistema Nervoso Autônomo (SNA), simpático e parassimpático, atua na fisiopatogenia de doenças cardiocirculatórias. De uma maneira geral ocorre hiperatividade simpática, em contraposição à atenuação da atividade parassimpática. Tem sido demonstrada interação entre o SNA e os Sistemas Imunes (Inato e Adaptativo), embora os mecanismos envolvidos careçam de melhor documentação. Assim como carece de melhor compreensão a interação entre o SNA e os Sistemas Imunes (Inato e Adaptativo) na fisiopatogenia da Estomatite e da Periodontite, clínicas e experimentais. Além disso, está bem estabelecido que o Corpúsculo Carotídeo, importante mediador do Quimiorreflexo e da Função Autonômica (Simpática e Parassimpática), se apresenta como novo alvo terapêutico para o tratamento de diversas doenças cardiovasculares, metabólicas e respiratórias. Desenvolver protocolos experimentais (Infarto do Miocárdio, Hipertensão Arterial, Insuficiência Cardíaca, Periodontite e Estomatite) e clínicos (Pacientes com Periodontite e Estomatite), com a finalidade de melhor caracterizar a interação entre o SNA e os Sistemas Imunes (Inato e Adaptativo). Experimentalmente serão utilizados ratos (Wistar, Sprague-Dawley e SHR) e camundongos com atenuação (VAChT KD) ou exacerbação (Super VAChT) do transportador vesicular da acetilcolina (VAChT). Clinicamente serão estudados pacientes com Periodontite e Estomatite. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)