Busca avançada
Ano de início
Entree

Detecção de alterações na microbiota e permeabilidade intestinal em pacientes com tireoidite de Hashimoto

Processo: 21/01035-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de março de 2021 - 31 de agosto de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia
Pesquisador responsável:João Luiz Brisotti
Beneficiário:João Luiz Brisotti
Instituição-sede: Faculdade de Ciências da Saúde de Barretos Dr Paulo Prata (FACISB). Barretos , SP, Brasil
Assunto(s):Autoimunidade  Dieta  Microbiota 

Resumo

A tireoidite de Hashimoto (TH) é a doença autoimune mais comum em todo o mundo, caracterizada por inflamação crônica e autoanticorpos circulantes contra peroxidase tireoidiana e tireoglobulina. Os pacientes necessitam de reposição hormonal com levotiroxina oral e, se não tratados, podem desenvolver efeitos adversos graves e, em última instância, podem vir a óbito. Há evidências de que a disbiose intestinal, o supercrescimento bacteriano e o aumento da permeabilidade intestinal favorecem o desenvolvimento da TH e um eixo tireoide-intestino foi proposto e parece impactar todo o nosso metabolismo. Neste trabalho avaliamos as alterações na microbiota intestinal em pacientes com TH e correlacionamos esses dados com hábitos alimentares, dados clínicos e concentrações de citocinas e zonulina sérica. Amostras de fezes de 40 pacientes com TH e 53 controles foram analisadas por PCR em tempo real, os níveis séricos de citocinas foram avaliados por citometria de fluxo, as concentrações de zonulina por ELISA e os hábitos alimentares foram registrados por um questionário de frequência alimentar. Observamos um aumento significativo (P <0,05) nas espécies de Bacteroides e uma diminuição em Bifidobacterium em amostras de pacientes com TH. Além disso, as espécies de Lactobacillus estavam aumentadas em pacientes sem reposição hormonal, em comparação com aqueles que usam a levotiroxina oral. Em relação aos hábitos alimentares, demonstramos que há diferenças significativas no consumo de vegetais, frutas, proteínas de origem animal, laticínios, gorduras saturadas e carboidratos entre pacientes e grupo controle, e uma correlação inversa entre o consumo de proteína de origem animal e o gênero Bacteroides. A modulação da microbiota pela dieta influencia diretamente no perfil inflamatório devido aos metabólitos da microbiota gerados e sua ação direta ou indireta sobre as células imunes da mucosa intestinal. Embora não haja diferenças nas citocinas sistêmicas em nossos pacientes com TH, detectamos concentrações aumentadas de zonulina, sugerindo um intestino permeável em pacientes com TH. Essas descobertas podem ajudar a compreender o desenvolvimento e a progressão da TH, enquanto mais investigações para esclarecer os mecanismos subjacentes ao eixo dieta-microbiota-sistema imune ainda são necessárias. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CAYRES, LEONARDO CESAR DE FREITAS; DE SALIS, LARISSA VEDOVATO VILELA; RODRIGUES, GUILHERME SIQUEIRA PARDO; LENGERT, ANDRE VAN HELVOORT; BIONDI, ANA PAULA CUSTODIO; SARGENTINI, LARISSA DONADEL BARRETO; BRISOTTI, JOAO LUIZ; GOMES, ELENI; DE OLIVEIRA, GISLANE LELIS VILELA. Detection of Alterations in the Gut Microbiota and Intestinal Permeability in Patients With Hashimoto Thyroiditis. FRONTIERS IN IMMUNOLOGY, v. 12, MAR 5 2021. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.