Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos do óleo de peixe contendo diferentes razões de EPA / DHA na obesidade induzida por dieta rica em gordura

Resumo

Nós investigamos os efeitos de dois óleos de peixe disponíveis comercialmente (FO) contendo diferentes proporções de dois ácidos graxos (FA), ácido eicosapentaenóico (EPA) e ácido docosahexaenóico (DHA), nas disfunções metabólicas resultantes da obesidade. Os animais receberam dieta controle ou rica em gordura (grupos CO e HF) por um período de 8 semanas. Nas 8 semanas seguintes, o grupo HF foi subdividido em HF, HF + FO / E (HF + 5: 1 EPA: DHA) e HF + FO / D (HF + 5: 1 DHA: EPA). A suplementação foi realizada por gavagem, 3 vezes por semana. Todos os grupos que receberam dieta HF apresentaram menor ingestão alimentar e calórica, mas maior ingestão de gordura, ganho de peso corporal (PC), intolerância à glicose e aumento significativo dos tecidos adiposos inguinal (ING) e retroperitoneal (RP) quando comparados ao grupo CO. Além disso, os grupos HF e HF + FO / D apresentaram resistência à insulina, hipertrofia dos adipócitos, aumento da lipólise e aumento da secreção de adipocinas. Todos esses efeitos foram completamente revertidos no grupo HF + FO / E, que também apresentou reversão parcial no ganho de peso corporal e intolerância à glicose. Tanto os grupos HF + FO / E quanto HF + FO / D apresentaram redução dos depósitos adiposos em relação ao grupo HF. Esses resultados sugerem fortemente que diferentes razões EPA / DHA têm impacto diferente no metabolismo do tecido adiposo, sendo FO rico em EPA, mas não em DHA, efetivo na reversão das alterações induzidas pela obesidade. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)