Busca avançada
Ano de início
Entree

Valor nutricional da farinha de larvas de Tenebrio molitor para frangos de corte: energia metabolizável e digestibilidade ileal estandardizada de aminoácidos.

Resumo

Dois experimentos foram conduzidos para determinar a energia metabolizável aparente corrigida pello nitrogênio (EMAn) (experimento 1) e os coeficientes de digestibilidade ileal estandardizados (SIDC) de aminoácidos (AA) (experimento 2) da farinha de larvas de Tenebrio molitor (TM) para frangos de corte. No experimento 1, 48 frangos de corte machos de 21 dias de idade foram distribuídos em umdelineamento experimental inteiramente casualizado com 2 tratamentos (dietas) e 6 repetições (gaiolas metabólicas) / tratamento, com 4 aves cada. Com base no método de coleta total de excretas, as gaiolas foram distribuídas aleatoriamente em 2 dietas: uma dieta de referência e uma dieta teste preparada substituindo 300 g / kg da dieta de referência por TM. O óxido férrico (1%) foi adicionado às dietas no primeiro e no último dia da coleta de excretas realizada do 28º ao 32º dia, duas vezes ao dia. No experimento 2, 120 pintos de corte machos de um dia de idade foram distribuídos em delineamento inteiramente casualizado com 2 tratamentos (dietas) e 6 repetições (boxes) / tratamento, com 10 aves cada. Com 16 dias de idade, as aves foram designadas a 2 dietas experimentais: uma dieta livre de nitrogênio e uma dieta teste com TM como única fonte de AA, formulada para ter aproximadamente 20% de PB. O óxido de cromo foi utilizado a 5 g / kg como marcador indigestível. No dia 22, todas as aves foram sacrificadas e o conteúdo do íleo distalfoi coletado. A AMEn determinado para TM foi 5.004 kcal/kg de MS, um valor superior ao de fontes de alimentos comuns de origem animal e vegetal. O SIDC médio de AA foi de 0,86, indicando uma boa disponibilidade dos nutrientes para frangos. Os valores obtidos para AMEn e SIDC de TM são comparáveis àqueles de outras farinanas de insetos relatados na literatura. Assim, AMEn e SIDC de AA de TM determinados neste estudo podem ser aplicados como um guia para otimizar a formulação de ração para aves com este ingrediente. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)