Busca avançada
Ano de início
Entree

Imprinting estrogênico compromete o comportamento sexual masculino e afeta o número de neurônios que expressam o receptor de andrógeno no hipotálamo

Processo: 20/15924-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de fevereiro de 2021 - 31 de julho de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Citologia e Biologia Celular
Pesquisador responsável:Hernandes Faustino de Carvalho
Beneficiário:Hernandes Faustino de Carvalho
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Hipotálamo  Reprodução 

Resumo

A exposição neonatal a alta dose do 17-beta-estradiol (E2) afeta a morfologia e fisiologia dos órgãos sexuais e acessórios no longo termo. Neste estudo, nós examinamos os efeitos do imprinting estrogênico no comportamento sexual masculino, fertilidade e no número de neurônios positivos para o receptor de andrógeno no hipotálamo de ratos. Os animais tratados mostraram comportamento copulatório representado por montas e intromissões, sugerindo preservazcão de aspectos do comportamento masculino. Eles mostraram pequena aumento na latência para a primeira penetração e número reduzido de ejaculações, associado a uma redução de metade do índice de fertilidade. A expressão do AR no hipotálamo foi acessada por RT-PCR, blotting e imunocitoquímica. Ratos tratados mostraram uma redução significativa no peso da próstata ventral, demonstrando a eficácia do tratamento. O mRNA do AR e o conteúdo de proteína nos animais tratados com E2 foi reduzido ao nível de fêmeas. Contagens das células AR-positivas nas regiões ventromedial, anterior medial, preoptic, núcleo paraventricular e área preóptica foram diferentes dos machos controles e similares aos das fêmeas. Em conclusão, o imprinting estrogênico resulta não somente em órgãos sexuais pouco desenvolvidos, as também afetam o comportamento, resultando num hipotâlamo semelhante aos das fêmeas, pelo menos no tocante ao número de neurônios positivos para o receptor de andrógeno em áreas importantes do hipotálamo. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)