Busca avançada
Ano de início
Entree

A biópsia líquida com base em pequenas vesículas extracelulares prevê a resposta da quimioterapia de linfomas multicêntricos caninos

Processo: 20/15304-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de fevereiro de 2021 - 31 de julho de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Heidge Fukumasu
Beneficiário:Heidge Fukumasu
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Assunto(s):MicroRNAs  Oncologia 

Resumo

O linfoma é o tipo mais comum de malignidade hematológica canina, onde a forma multicêntrica (cMCL) é responsável por 75% de todos os casos. O tratamento padrão são os protocolos de quimioterapia CHOP que incluem ciclofosfamida, doxorrubicina, vincristina e prednisona, em que a maioria dos cães atinge resposta completa / parcial; no entanto, é muito importante prever casos não responsivos para melhorar o tratamento e desenvolver novas terapias direcionadas. Aqui, avaliamos uma abordagem de biópsia líquida com base em pequenas vesículas extracelulares séricas enriquecidas com exossomos (SEVs) para prever a resposta da quimioterapia cMCL. Dezenove cães no final do protocolo de quimioterapia de 19 semanas (8 Resposta Completa e 11 Doença Progressiva) foram avaliados quanto ao tamanho e concentração de SEVs séricos e triados para 95 oncomirs. Os pacientes com DP apresentaram maior concentração de SEVs no diagnóstico do que os pacientes com RC (P = 0,034). A curva ROC foi significativa para a concentração de SEVs para prever a resposta ao CHOP (AUC = 0,8011, P = 0,0287). Uma assinatura molecular potencial baseada em oncomirs de SEVs (caf-miR-205, caf-miR-222, caf-mir-20a e caf-miR-93) é proposta. Até onde sabemos, este é o primeiro estudo que demonstra o potencial de uma biópsia líquida baseada em SEVs e seu conteúdo de miRNAs para prever o resultado da quimioterapia para linfomas multicêntricos caninos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)