Busca avançada
Ano de início
Entree

Vinte e um dias de treinamento excêntrico de baixa intensidade melhora as características morfológicas e funcionais do músculo sóleo de camundongos mdx.

Resumo

A distrofia muscular de Duchene (DMD) é causada pela ausência da proteína distrofina, que leva à fraqueza muscular, degeneração progressiva e, eventualmente, morte devido à insuficiência respiratória. O treinamento excêntrico de baixa intensidade (LIET) tem sido utilizado como método de reabilitação em músculos esqueléticos após desuso e, recentemente, tem sido utilizado em músculos distróficos. No entanto, seus efeitos ainda não são claros. O objetivo deste estudo foi investigar os efeitos de 21 dias de LIET no músculo sóleo distrófico. Trinta e seis camundongos mdx machos foram randomizados em seis grupos (n = 6 / cada): grupo sedentário mdx; grupo de treinamento mdx - 3 dias; grupo de treinamento mdx - 21 dias; grupo sedentário de tipo selvagem; grupo de treinamento do tipo selvagem - 3 dias e grupo de treinamento do tipo selvagem - 21 dias. Após as sessões de treinamento, os animais foram sacrificados, e fragmentos dos músculos sóleo foram retirados para imunofluorescência, análises histológicas e medidas de força ativa e sensibilidade ao Ca2 +. Os músculos do treinamento mdx de 21 dias apresentaram melhora nas características morfológicas e aumento da força total ativa quando comparados ao grupo sedentário mdx. O treinamento excêntrico de baixa intensidade pode melhorar as características morfológicas e funcionais do músculo sóleo distrófico em camundongos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)