Busca avançada
Ano de início
Entree

A rede de desinformação e a saúde pública em risco: uma análise das fake news em cenários epidêmicos

Processo: 20/05274-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2021 - 31 de janeiro de 2023
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Comunicação
Pesquisador responsável:Carla Montuori Fernandes
Beneficiário:Carla Montuori Fernandes
Instituição-sede: Vice-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa. Universidade Paulista (UNIP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Carla Reis Longhi ; Ivanilce Santos Oliveira ; Luiz Ademir de Oliveira ; Mariane Motta de Campos ; Mayra Regina Coimbra ; Patricia Cristina de Lima ; Thamiris Franco Martins ; Vinícius Borges Gomes
Bolsa(s) vinculada(s):21/05352-9 - A rede de desinformação e a saúde pública em risco: uma análise das fake news em cenários epidêmicos, BP.TT
Assunto(s):Saúde pública  Epidemias  Desinformação  Fake news  Mídias sociais  Twitter 

Resumo

O projeto de pesquisa está inserido nas pesquisas do Programa de Pós-graduação em Comunicação da Universidade Paulista (UNIP), na linha de pesquisa Configuração de Linguagens e Produtos Audiovisuais na Cultura Midiática. Esta linha procura dar continuidade às minhas investigações e de meus orientandos, que integram o Grupo de Pesquisa "Mídia e Meios no contexto da Pós-verdade" do qual atuo como coordenadora. Esse grupo tem como objetivo analisar a narrativa da pós-verdade em diferentes esferas midiáticas, tendo em vista o aumento da circulação de conteúdos cujo propósito tem se tornado a desinformação. Nesse sentido, o projeto "A rede de desinformação e a saúde pública em risco: uma análise das notícias falsas em cenários epidêmicos" tem por objetivo analisar tais conteúdos sobre a ótica da onda de informações falsas que circulam em circunstâncias de riscos epidêmicos, tendo como objeto de estudo as redes sociais e eventos específicos em que a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou emergência de saúde pública de importância internacional. A linha teórica buscará nas discussões de pós-modernidade (LYOTARD, 1998; BAUMAN, 1999, LEMERT, 2000) e pós-verdade (KAKUTANI, 2018; KEYES, 2018; D´ANCONA, 2018; MCINTYRE, 2018), assim como nos conceitos da cibercultura e o ciberespaço (LEVY, 1997), os pressupostos para analisar a narrativa das notícias falsas, fake news em inglês, que circulam nas redes sociais e geram uma onda de descrédito na área da saúde pública. Essa abordagem incidirá principalmente sobre as notícias falsas que circularam no Facebook e no Twitter, sobre as epidemias de Gripe Suína (H1N1), do vírus Ebola (DVE), da Gripe Aviária (H5N1), da Dengue e da Febre Amarela e do recente surto de Coronavírus SARS, ambos destacados entre o período de 2009 a 2020. A metodologia empregada alia pesquisa quantitativa, amparada em dados mensurados por meio de software de mapeamento e monitoramento das redes sociais, para posterior leitura e interpretação dos resultados, recorrendo ao método da análise de conteúdo (BARDIN, 2011). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)