Busca avançada
Ano de início
Entree

Reabilitação pulmonar: o efeito de novas metodologias e tecnologias centradas em pacientes com doenças pulmonares crônicas

Resumo

A Reabilitação Pulmonar (RP) é a intervenção fisioterapêutica com maior efetividade na melhora clínica, psicossocial e funcional para pacientes com doenças respiratórias crônicas. Apesar disto, ainda há necessidade de novas estratégias para aumentar o nível de atividade física dos pacientes, bem como, novas metodologias e tecnologias para diversificar o tratamento e melhorar o controle clínico. Objetivos: i) avaliar o efeito de nova abordagem em pacientes com Asma moderada a grave; ii) avaliar o uso de novas tecnologias para melhora da mecânica toracoabdominal, Dispneia e nível de atividade física de pacientes com Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC); iii) avaliar o papel da mudança comportamental em pacientes com distintas doenças respiratórias crônicas. Métodos: Este projeto temático é dividido em três subprojetos. O subprojeto 1 envolverá o uso de abordagem inédita em pessoas com Asma moderada a grave (associação de exercícios respiratórios com aeróbios). Para isto, será realizado Ensaio Controlado e Aleatorizado (ECA) incluindo 54 pacientes com Asma moderada a grave. A intervenção terá duração de 12 semanas, 2 vezes por semana. Os pacientes serão seguidos durante 26 semanas para avaliação do efeito a longo prazo. O subprojeto 2 envolverá uma intervenção realizada com faixa elástica colocada na caixa torácica de pacientes com DPOC grave e muito grave. Um ensaio aleatorizado em "cross-over" testará o efeito agudo da faixa na assincronia toracoabdominal via pletismografia optoeletrônica e a tomografia de impedância elétrica simultaneamente. Um segundo ECA avaliará o efeito da faixa durante 2 semanas na dispneia, qualidade de vida e nível de atividade física. O subprojeto 3 envolverá 2 ECAs e 1 estudo bicêntrico. Serão incluídos 128 pacientes com 3 doenças distintas: Asma, DPOC e bronquiectasia. A mudança de comportamento será realizada utilizando à terapia cognitiva comportamental. As intervenções visam modificar o comportamento para aumentar a atividade física e/ou reduzir a inatividade física. Serão realizadas 3 intervenções distintas considerando a condição clínica e funcional dos pacientes e fisiopatologia de cada doença. Foi realizado o cálculo amostral para todos os ECAs. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)