Busca avançada
Ano de início
Entree

A disbiose fúngica se correlaciona com o desenvolvimento de caquexia induzida por tumor em camundongos

Resumo

A caquexia (CC) é uma síndrome metabólica associada a uma série de doenças subjacentes que afeta a qualidade e a expectativa de vida dos pacientes com câncer. Estudos envolvendo camundongos, nos quais a CC era induzida por inoculação com células tumorais, sugeriam originalmente a existência de uma correlação direta entre o desenvolvimento dessa síndrome e as mudanças nas proporções relativas de diversos grupos bacterianos presentes no trato digestivo. No entanto, essas análises tiveram como foco apenas a caracterização da disbiose bacteriana, ignorando a possível existência de alterações nas populações relativas de fungos durante o desenvolvimento do CC. Assim, o presente estudo buscou ampliar tais análises, caracterizando as alterações que ocorrem na população fúngica intestinal (micobiota) de camundongos, durante o desenvolvimento da caquexia induzida pelo câncer. Nossos resultados confirmam que animais caquéticos, submetidos ao transplante de células que induzem câncer pulmonar (Lewis Lung Carcinoma - LLC), apresentam diferenças significativas na micobiota intestinal, quando comparados a controles saudáveis. Além disso, a identificação da disbiose fúngica mostrou uma notável consistência em níveis sucessivos de hierarquia taxonômica. Muitos desses fungos também têm sido associados a disbioses observadas em uma série de doenças inflamatórias intestinais, como obesidade, câncer colorretal (CRC), encefalomielite miálgica (ME) e doença inflamatória intestinal (DII). No entanto, a disbiose verificada no modelo de caquexia induzida por células LLC parece ser única, apresentando características observadas tanto na obesidade (proporção reduzida de Mucoromycota) quanto no CRC/ME/IBD (proporção aumentada de Sordariomycetes, Saccharomycetaceae e Malassezia). Uma espécie de Mucoromycota (Rhyzopus oryzae) se destaca como um promissor candidato a probiótico que poderia ser utilizado em terapias adjuvantes, visando ao tratamento e/ou prevenção do desenvolvimento da CC. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)