Busca avançada
Ano de início
Entree

Economia criativa do audiovisual brasileiro independente: o papel da criatividade e o impacto da inovação no cenário produtivo das séries televisivas nacionais. Avaliação e Propostas

Resumo

Este projeto se propõe a investigar como as mudanças no fomento das produtoras independentes nacionais impactaram, quantitativa e qualitativamente, o conjunto de obras de ficção seriada produzidas entre 2016 e 2020 - período que vai do início do governo de Michel Temer até o fim do primeiro biênio do governo de Jair Bolsonaro. Em termos empíricos, objetiva-se analisar as seis produtoras independentes do eixo Rio-São Paulo e as seis produtoras independentes do Nordeste que mais tiveram obras de ficção seriada produzidas e exibidas através de financiamento do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA) nos últimos quinze anos. Por meio de uma análise comparativa da lógica produtiva, de estrutura de funcionamento e da variedade da cartela de produtos, será possível compreender as atuais condições e os prognósticos institucionais da economia criativa do audiovisual independente brasileiro frente às transformações tecnológicas, políticas e econômicas que se apresentam. A partir de uma concepção de economia criativa ancorada na ideia de inovação, empreendedorismo e soluções tecnológicas, vislumbra-se o desenvolvimento de ações que possam aprofundar a retroalimentação entre a pesquisa e o setor audiovisual brasileiro, como a criação de um Hub Criativo destinado à incubação de produtoras independentes interessadas em desenvolver projetos de ficção seriada por meio de consultorias, mentorias, oficinas e workshops; a indução de acordos de coprodução entre produtoras de São Paulo e da Paraíba; e a oferta de disciplinas condensadas nos Programas de Pós-Graduação em Comunicação da USP e da UFPB. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)