Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento territorial com sustentabilidade do Sertão Alagoano e estudo da biomassa disponível para a produção sustentável de pequenos ruminantes

Resumo

Neste projeto, admitimos a concepção de que as transformações recentes do mundo rural instauram uma nova dinâmica territorial, a partir das interações das formas de organização dos produtores nos diversos contextos alagoanos. Este trabalho visa contribuir para os estudos sobre os espaços rurais. O objeto de estudo se constitui numa pesquisa sobre o território para realçar aspectos que o distingue no contexto econômico, social e político nos vários contextos alagoanos assim como uma pesquisa prática de utilização de recursos vegetais naturais da região para minimização de emissão de gases de efeito estufa GEE pelos pequenos ruminantes criados na região da Caatinga no Sertão de Alagoas. A produção de ruminantes tem tido e continuará a ter papel importante nos sistemas agrícolas sustentáveis. Com ruminantes, áreas não disponíveis para o cultivo agrícola se tornam produtivas com a produção de biomassa e de nutrientes; e a utilização de resíduos agrícolas da região devem ser utilizados na produção de proteína animal. O objetivo do projeto é examinar os impactos das alianças e das práticas dos produtores rurais na dinâmica territorial, numa perspectiva multidisciplinar, no contexto do sertão alagoano e suas possibilidades de contribuições na minimização de efeitos negativos antrópicos ao meio ambiente a partir dos investimentos agropecuários de comunidades rurais, como parâmetro a produção de metano entérico na produção de pequenos ruminantes. O projeto se propõe também estabelecer o laboratório de avaliação de alimentos no Campus II - Uneal, para dar suporte aos ensaios propostos para estudar a qualidade nutricional da biomassa forrageira disponível para produção de pequenos ruminantes nas localidades de abrangência do estudo e informações para estimar o consumo de biomassa forrageira disponível para pequenos ruminantes com vistas à produção de alimentos de alto valor biológico de forma segura e sustentável. Pretende-se também gerar dados passíveis de corroborar na elaboração de cenários e modelagens em estudos de biodiversidade e propostas de políticas públicas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)