Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação de potenciais vias moleculares envolvidas na carcinogênese prostática na prole exposta à desnutrição materna

Resumo

O conceito da origem desenvolvimentista de saúde e doença vinculam as doenças dos adultos com a exposição na infância a condições ambientais inadequadas. A desnutrição intrauterina e pós-natal pode levar a um aumento incidência de diabetes tipo 2, obesidade e doenças cardiovasculares. A desnutrição materna (MM) também foi associada à carcinogênese da próstata. No entanto, os mecanismos moleculares associados a esta condição permanecem mal compreendidos. Usando uma análise proteômica, demonstramos que o MM alterou os níveis de proteínas associadas a fatores de crescimento, sinalização de estrogênio, desintoxicação e metabolismo energético na próstata de ratos jovens e velhos. Esses animais também apresentaram níveis aumentados de marcadores moleculares de função do retículo endoplasmático e histonas. Além disso, realizamos uma análise in silico que identificou proteínas comumente desreguladas na próstata ventral de ratos velhos submetidos a MM com um modelo de camundongo e pacientes com câncer de próstata. Em conclusão, nossos resultados demonstraram que as vias de sinalização estrogênica, funções do retículo endoplasmático, metabolismo de energia e sensores moleculares de dobramento de proteínas e homeostase de Ca2 +, além da histona, e da família RAS-GTPase parecem estar envolvidas neste processo. Conhecimento destes fatores pode suscitar discussões sobre o papel da intervenção alimentar materna como política pública para o prevenção ao longo da vida de doenças crônicas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)