Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito de fragmentos catiônicos de bicamada nanométricas DODAB contra Leishmania amazonensis

Resumo

Resumo: O brometo de dioctadecildimetilamônio (DODAB) é um lipídio catiônico de dupla cadeia com potente atividade bactericida e fungistática; no entanto, sua toxicidade em parasitas protozoários ainda era desconhecida. Aqui nós mostramos a atividade antileishmania de fragmentos de bicamada catiônica de tamanho nanométrico DODAB em promastigotas e amastigotas em fase estacionária de Leishmania amazonensis, o agente causador da leishmaniose cutânea. Após o tratamento com DODAB, analisamos o potencial-zeta da superfície do parasita, a viabilidade do parasita, as modificações estruturais celulares e a proliferação intracelular. O efeito citotóxico do DODAB foi dependente da dose, com a concentração efetiva média (EC50) de 25 µM para ambos os estágios do ciclo de vida, comparável aos dados relatados para bactérias e fungos. O tratamento com DODAB alterou o potencial-zeta da membrana de negativo para positivo, comprometeu a morfologia do parasita, afetou a regulação do tamanho da célula, causou perda de organelas intracelulares e provavelmente desregulou a permeabilidade da membrana plasmática, sem ruptura da membrana. Além disso, os parasitas que sobreviveram após o tratamento induziram pequenos vacúolos parasitóforos e não proliferaram dentro dos macrófagos. Em conclusão, DODAB apresentou atividade anti-Leishmania, restando elucidar como DODAB atua na membrana do protozoário. A compreensão desse mecanismo pode fornecer informações sobre o desenvolvimento de novas estratégias de controle de parasitas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)