Busca avançada
Ano de início
Entree

Traduções do currículo cultural da educação física no contexto da prática quando apropriado pelo discurso oficial

Processo: 20/04661-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2021 - 31 de janeiro de 2023
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Currículo
Pesquisador responsável:Marcos Garcia Neira
Beneficiário:Marcos Garcia Neira
Instituição-sede: Faculdade de Educação (FE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Cultura  Educação física 

Resumo

Comprometido com o desenvolvimento de ações didáticas a favor das diferenças e sintonizadas com as demandas da sociedade contemporânea, o currículo cultural da Educação Física busca inspiração nas teorias pós-críticas para subverter a tradição do componente, valorizar o repertório cultural corporal da comunidade e problematizar os marcadores sociais que perpassam as práticas corporais. Paradoxalmente, tal concepção se fez presente nos documentos curriculares publicados pela Secretaria Municipal de Educação de São Paulo em 2017 e 2019. Surpreende o fato de que uma proposta que se assume contra hegemônica seja incorporada pelo discurso oficial. Enquanto parte dessa política curricular, diversas ações formativas pautadas nos pressupostos teórico-metodológicos que fundamentam a proposta passaram a ser oferecidas em 2018, prosseguiram em 2019 e tiveram continuidade neste início de 2020. Embora a literatura sobre o assunto disponibilize diversos trabalhos sobre a perspectiva cultural da Educação Física efetivada por professores simpáticos à proposta, nada se sabe acerca da sua apropriação quando incorporada pelo discurso oficial. Diante disso, o presente estudo tem por objetivo compreender os modos como os docentes de Educação Física que participaram dos cursos de formação oferecidos pela SME-SP significam a perspectiva curricular cultural e traduzem-na para o contexto da prática. Para tanto, serão realizadas entrevistas narrativas com participantes dos cursos de formação com o intuito de produzir relatos das experiências com a proposta. O pós-estruturalismo e a teoria do discurso serão mobilizados no momento das análises desses materiais. Com o presente estudo, espera-se contribuir com o acúmulo de conhecimentos acerca da política curricular e da perspectiva cultural da Educação Física. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)