Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da severidade e monitoramento dò impacto pôr óleo nas praias e recifes dò litoral dò nordeste, através dò uso dè múltiplas abordagens, ferramentas e tecnologias inovadoras

Resumo

Derramamento de petróleo determina contaminações severas com efeitos agudos imediatos, detectáveis sobre organismos e ambientes, que podem se estender por décadas. Mesmo em situações menos severas a recuperação vai comumente ocorrer em prazos de dois a dez anos. Nas áreas que receberam aporte de óleo, os organismos marinhos encontram-se sob impacto através de diferentes mecanismos relacionados às propriedades físicas e químicas do mesmo e à forma de sua incorporação pelos diferentes substratos o que pode determinar efeitos diretos e indiretos com consequências para a sobrevivência, reprodução, desenvolvimento e atividades gerais dos organismos. O processo de remediação desse tipo de contaminação pode adotar múltiplas estratégias, desde atenuação natural até tratamentos invasivos. Seja a atenuação natural ou induzida, o monitoramento dos processos biológicos e geoquímicos é fundamental. O objetivo do projeto é avaliar em praias e recifes de Pernambuco os impactos do óleo tanto na estrutura das comunidades e densidade populacional de organismos chave quanto nos seus padrões de atividade, danos ao desenvolvimento dos organismos, efeitos no potencial reprodutivo de grupos biológicos selecionados através do uso de ampla variedade de ferramentas, ou indicadores biológicos de impacto, e de tecnologias inovadoras. Além disso, o projeto objetiva investigar as potenciais assinaturas geofísicas específicas causadas pelo derramamento de óleo que atingiu as praias de Pernambuco, Nordeste do Brasil. Serão descritos os diferentes graus de severidade do impacto aos quais os ecossistemas de praia e de recifes foram submetidos pelo aporte de óleo e comparada a situação atual de alguns indicadores biológicos com situação pretérita ao aporte de óleo. Serão ainda selecionadas (dentre as variáveis: densidade e diversidade de grupos selecionados da macrofauna e meiofauna; grupos funcionais de Nematoda e Polychaeta; indicadores reprodutivos e de malformações de Copepoda Harpacticoida e Amphipoda; diversidade e quantidades de ácidos graxos de espécies selecionadas da macrofauna e de grupos da meiofauna; bioacústica/ecoacústica de ambientes recifais), e assinatura geofísica, as melhores ferramentas usadas na descrição de impacto para efetuar o monitoramento de médio e longo prazo dos efeitos do óleo. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)