Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação das condições toxicológicas do Rio Pouca Saúde localizado na margem direita da área portuária de Santos, SP

Resumo

O rio Pouca Saúde está localizado a margem direita do porto de Santos, e é designado uma gamboa, nome dado a um braço de rio de mangue, que não tem nascente e está sempre sob influência da maré. O rio Pouca Saúde, anteriormente denominado "Gamboa do Juca", atravessa a Avenida Santos Dumont, com margens próximas ao Hospital Santo Amaro, em Guarujá (SP). Ao longo do curso do rio há muitas palafitas, as quais lançam esgoto e lixo doméstico nas águas bem como diversas indústrias que descartam seus efluentes no rio. Este trabalho tem como objetivos, analisar as condições físico-químicas e toxicológicas do Rio Pouca Saúde. Para isso serão coletadas amostras de águas superficiais do rio Pouca Saúde em três pontos distintos, nas quatro estações do ano, esses resultados serão comparados com o ponto controle localizado próximo a mar aberto na ponta da praia. Serão realizados testes físico-químicos (pH, alcalinidade, turbidez, salinidade, óleos e graxas, oxigênio dissolvido e metais pesados). A análise de toxicidade será realizada com efluente bruto (sem e com diluição). O potencial genotóxico será avaliado por meio do método de germinação de raiz da cebola Allium cepa L, e pela estimativa do índice mitótico das raízes. Além de identificar possíveis poluentes em amostras de água coletadas do rio Pouca Saúde, pretende-se também pesquisar a prevalência das principais doenças na região próxima ao rio, analisar se o agente tóxico com maior concentração na água está presente na amostra sanguínea de cães semi-domiciliados, com o intuito de orientar essa população alertando quanto aos riscos em consequência à utilização do rio. Portanto, este projeto visa detectar os contaminantes do rio da Pouca Saúde, desenvolver um manual com imagens ilustrativas e realizar campanha de orientação à população para que crianças e adultos evitem tomar banho e ingerir pescados da região do Rio Pouca Saúde, alertando quanto aos riscos para a saúde, bem como alertar as indústrias poluentes para que realizem manobras de descontaminação de seus afluentes. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)