Busca avançada
Ano de início
Entree

ArqFlex: sistema industrializado de módulos espaciais flexíveis em madeira

Resumo

Este projeto PIPE propõe desenvolver um sistema industrializado de módulos espaciais flexíveis em madeira. O sistema ArqFlex permitirá a construção de 1 a 4 pavimentos e será pré-fabricado, viabilizando prazos de entrega reduzidos e controle da qualidade e do custo final da edificação. Além disso, o sistema será destinado a múltiplos programas, incluindo habitação, comércio, escritórios e equipamentos públicos de pequeno e médio porte. O ArqFlex será pautado por três princípios que, combinados, garantirão sua relevância, caráter inovador e sucesso financeiro: qualidade espacial, flexibilidade e sustentabilidade. A qualidade espacial do ArqFlex resultará do fato de a unidade do sistema ser composta por módulos volumétricos, e não por elementos construtivos. Assim, haverá garantia de dimensionamento apropriado dos módulos, de proporções interessantes entre largura, profundidade e altura e de posicionamento adequado de aberturas. A flexibilidade, por outro lado, será proporcionada por estratégias complementares. A primeira estratégia será a possibilidade de combinar módulos espaciais livremente, adaptando a forma final ao contexto de implantação, ao programa e às necessidades do cliente. Além disso, a construção inicial poderá ser aumentada ao longo do tempo através da anexação de módulos espaciais, o que permitirá que o cliente invista na construção de forma paulatina. A segunda estratégia que garantirá flexibilidade ao ArqFlex é a própria dimensão dos módulos, que permitirá que o espaço acomode diferentes usos. A terceira estratégia que pautará a concepção do ArqFlex e que aumentará radicalmente sua flexibilidade será a separação da construção em dois níveis de controle: o suporte, composto pelos módulos espaciais e tudo aquilo que é fixo - a estrutura, os acessos, as instalações, o sistema de cobertura e as vedações e aberturas externas - e o preenchimento - que incluirá blocos de circulação, blocos hidráulicos e painéis de divisórias e portas internas - e poderá ser livremente alterado pelo usuário. O terceiro princípio que irá reger o ArqFlex é a sustentabilidade. Nesse sentido, destaca-se a possibilidade de construção de edifícios de 1 a 4 andares, viabilizando soluções condizentes com situações urbanas de alta oferta de transporte e serviços. Além disso, o uso de derivados de madeira certificada como principal material construtivo contribuirá significativamente para o sequestro de carbono, ao mesmo tempo em que evitará materiais cuja produção é ligada ao alto consumo energético e à produção de dejetos poluentes. A excelente performance termodinâmica da edificação será outro aspecto ligado à concepção sustentável do ArqFlex. Assim, o projeto inteligente da pele dos módulos espaciais, a qual é entendida como pertencente ao nível de suporte da edificação, ajudará a garantir o conforto ambiental da construção e a eliminar gastos energéticos. O sistema ArqFlex será comercializado através de uma Plataforma Online regida por princípios de funcionamento que serão definidos ao longo deste projeto. A plataforma permitirá aos clientes combinar módulos espaciais e elementos de preenchimento conforme suas necessidades e, após a encomenda, nossa empresa contratará, coordenará e supervisionará a produção terceirizada de cada elemento, assim como o transporte e montagem final. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)