Busca avançada
Ano de início
Entree

Sistema de conexão e travamento para estação multimodal de controle de uso de equipamentos de mobilidade ativa

Resumo

A mobilidade é um tema importante na vida do cidadão das grandes cidades, com impacto no trânsito, no meio ambiente e no orçamento familiar. As empresas são polos geradores de empregos, mas a concentração das ofertas de trabalho as torna também polos geradores de tráfego. Dessa forma, as viagens ditas pendulares - casa/trabalho/casa - demandas pelo trabalhador e parcialmente atendidas pelo transporte publico exigem complementariedade pelo transporte privado, seja ele subsidiado pela empresa - na forma de fretados ou vans - ou embutidos nos custos assumidos pelo trabalhador, utilizando carros, bicicletas, motos e outros equipamentos privados de transporte. Como alternativa privada mais sustentável e econômica, a bicicleta particular ou pública vem ganhado cada vez mais adeptos e a oferta de serviços como os disponibilizados pela Grow, Slime, Itaú ou Bradesco estimula o ecossistema da mobilidade alternativa ao carro, aumentando o leque de ofertas ao usuário. Entretanto, novas regulamentações exigem o uso de capacete no momento da locação das bicicletas, demandando novos produtos e modalidades de serviços para atender essa exigência de mercado. O objetivo desta pesquisa é desenvolver e aperfeiçoar uma estação multimodal de mobilidade corporativa que controla bicicletas, patinetes e triciclos elétricos - batizada de wiigo - e que dispõe de dispositivo integrado de conexão e recarga automática, fornecendo conjuntamente o capacete e a fonte para cada locação, permitindo que o usuário possa se locomover com segurança - dentro das normas estabelecidas pelo CONTRAN - e, se necessário, possa ainda se deslocar para sua casa, recarregar o equipamento e retornar no dia seguinte. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)