Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do cromo sobre o desempenho, qualidade de carne e análise do perfil transcricional de genes musculares e hepáticos de cordeiros alimentados com dietas com elevada proporção de concentrado

Processo: 19/25265-3
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2020 - 30 de novembro de 2022
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Pesquisador responsável:Paulo Roberto Leme
Beneficiário:Paulo Roberto Leme
Instituição Sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Assunto(s):Produção de alimentos  Qualidade da carne  Cromo  Cordeiros  Ruminantes  Carcaça  Eficiência  Expressão gênica  Dieta animal  Transcriptômica 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:cromo | desempenho | expressão gênica | ruminantes | Produção e Qualidade de Carne

Resumo

O cromo é um elemento traço essencial para o metabolismo da glicose e há indicações que aumenta a deposição muscular e altera o metabolismo de lipídeos e proteínas. Todavia, pouco se sabe sobre sua ação molecular, bem como a melhor dose para ruminantes. Este trabalho tem como objetivo avaliar três doses de cromo em relação ao controle, sem cromo adicional, sobre o desempenho, composição física da carcaça, qualidade de carne e o perfil transcricional de genes musculares e hepáticos de cordeiros alimentados com dietas com elevada proporção de concentrado. Serão utilizados 32 animais cruzados da raça Dorper X Santa Inês, recém-desmamados (peso vivo inicial de 18 kg) distribuídos em quatro tratamentos: controle (CTL), sem suplementação com picolinato de cromo; e suplementação com picolinato de cromo a 0,4; 0,8 e 1,2 mg/kg MS (CrPIC4, CrPIC8 e CrPIC12, respectivamente). Os animais serão mantidos em baias individuais e submetidos a uma dieta composta por 6% de volumoso (feno de capim "coastcross") e 94% de concentrado e terão o peso mensurado a cada 14 dias para avaliação do desempenho. Após 60 dias de confinamento, os animais serão abatidos e amostras de músculo e fígado serão coletadas para análise transcriptômica. A densidade óssea será avaliada no fêmur. Na carne serão avaliadas características como pH, cor, maciez, tempo de prateleira, peroxidação lipídica e perfil de ácidos graxos. Os resultados serão analisados através do programa SAS versão 9.0 por análise de regressão. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)