Busca avançada
Ano de início
Entree

DNA mini-barcoding de leporídeos usando amostras não invasivas de DNA e sua significância para o monitoramento de espécies invasoras

Resumo

Introduzida na América do Sul no final do século XIX, a população europeia de lebres expandiu-se dramaticamente e agora representa um risco para os coelhos florestais brasileiros nativos. Monitorar a espécie invasora Lepus europaeus e sua convivência com o leporídeo nativo Sylvilagus brasiliensis é um desafio que pode ser tratado de forma eficiente pelo uso de ferramentas moleculares. Este trabalho descreve um conjunto de primers úteis para amplificar três marcadores (mini-barcodings) para a identificação molecular de espécies leporideos invasor e nativo usando DNA fecal degradado. Além disso, testes in silico indicam que os marcadores podem amplificar com sucesso as sequências de DNA de vários leporideos. Estes marcaores constituem uma ferramenta poderosa para o monitoramento e manejo da invasora L. europaeus e também para a conservação do leporídeo nativo. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)