Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação de potenciais mecanismos de patogênese molecular modulados por microRNAs em pacientes com Displasia Neuronal Intestinal tipo B.

Resumo

Este estudo propôs determinar a expressão global do microRNA (miRNA) e as vias reguladas por microRNAs (miRNAs) na Displasia Neuronal Intestinal do tipo B (DNI-B). Cinqüenta pacientes (0-15 anos) com DNI-B foram incluídos no estudo. Amostras de sangue periférico foram coletadas de todos os 50 pacientes e de 10 crianças saudáveis assintomáticas (controles). Biópsias retais foram coletadas de 29/50 pacientes; os tecidos de biópsia foram microdissecados com agulha para isolar as diferentes camadas intestinais para análise molecular. A expressão global de miRNAs foi determinada usando a plataforma TaqMan. Foi realizada análise de correlação entre a expressão de miRNAs em amostras de plasma e das biópsias, nas distintas camadas intestinais. Abordagens computacionais foram usadas para predição e identificação dos genes regulados por miRNAs e suas respectivas vias moleculares, biologicamente relevantes para a patogênese da DNI-B. Os miRNAs considerados com expressão significativamente alterada (FCe2 e pd0,05) nas camadas musculares e submucosa das amostras de reto foram: com expressão aumentada (miR-146a e miR-146b) e com expressão diminuída (miR-99a, miR-100, miR-130a, miR -133b, miR-145, miR-365, miR-374-5p, miR-451). O miRNA let-7a-5p mostrou-se com expressão consideravelmente aumentada no plasma dos pacientes em comparação com indivíduos saudáveis(controles), com FC = 17,4. Além disso, o miR-451 mostrou-se com expressão significativamente diminuída no plasma e nas amostras de reto dos mesmos pacientes. As vias moleculares enriquecidas (p <0,01) foram axon guidance,nerve growth factor signalling, NCAM signalling for neurite out-growth, neuronal system e a via da apoptose. A expressão de miRNAs mostrou-se desregulada nas camadas submucosa e muscular do reto e no plasma de pacientes com DNI-B. As vias biologicamente enriquecidas reguladas pelos miRNAs identificados podem desempenhar um papel na patogênese da doença, devido à atividade relacionada aos neurônios do sistema nervoso entérico. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)