Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação de um marcador molecular associado com lignotuber em Eucalyptus ssp.

Resumo

Aproximadamente 95% das espécies de eucalipto apresentam um órgão conhecido como lignotuber, um inchaço basal lenhoso que mantém um grande número de gemas dormentes em uma posição protegida, juntamente com carboidratos e outros nutrientes. A importância dessa característica nas espécies de eucalipto está relacionada à sua capacidade regenerativa, particularmente no contexto das práticas de coppicing e sobrevivência em regiões de alto estresse abiótico, principalmente o fogo. Neste estudo, identificamos e caracterizamos uma região genômica associada à característica lignotuber em espécies de Eucalyptus comercialmente importantes, desenvolvendo um marcador polimórfico que se co-segrega com a presença de lignotuber. O marcador foi então convertido em um marcador SCAR (Região Amplificada Caracterizada por Sequência), validado em quatro outras espécies e híbridos de eucalipto e analisado em silico. Nossa investigação apresenta um marcador (ELig) que é eficaz na identificação de indivíduos com lignotuber. As análises in silico e Southern blot mostram que o marcador está presente em uma única região de cópia e está relacionado à cinase associada a auxilina / ciclina-G, contendo um domínio DnaJ. O marcador ELig é uma ferramenta importante que pode ser usada para gerenciar cruzamentos em programas de melhoramento de eucalipto e informar estudos envolvendo desenvolvimento e genética de lignotuber. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)