Busca avançada
Ano de início
Entree

Modulação da autofagia por estresse bioquímico e fotoquímico: implicações terapêuticas

Processo: 18/22922-0
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2019 - 31 de março de 2022
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Biofísica Celular
Pesquisador responsável:Waleska Kerllen Martins Gardesani
Beneficiário:Waleska Kerllen Martins Gardesani
Instituição Sede: Anhanguera Educacional S/A (AESA). São Bernardo do Campo , SP, Brasil
Pesquisadores associados:Helena Couto Junqueira ; Rosangela Itri ; Tayana Mazin Tsubone
Bolsa(s) vinculada(s):19/21675-2 - Estudo do dano em vesículas unilamelares promovido por danos bioquímicos e fotoquímicos, BP.TT
Assunto(s):Terapia fotodinâmica  Autofagia  Morte celular 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Dano biofísico em membrana | Dano paralelo em mitocôndrias e lisossomas | Efeito Antitumoral | Modulação da autofagia | Promoção de morte celular | Triterpenóides | Terapia fotodinâmica

Resumo

O câncer humano representa significante problema de saúde pública não somente no Brasil, mas também mundial. Sabe-se que o câncer, sobretudo em estágios avançados, torna-se refratário à grande maioria das abordagens terapêuticas comumente disponíveis, tais como quimioterapia, radioterapia e imunoterapia. Atualmente tem-se investigado a modulação da autofagia como uma promissora abordagem terapêutica antitumoral, cujos esforços na pesquisa pré-clínica tem propulsionado vários estudos. Autofagia (ou macroautofagia) é um processo catabólico altamente conservado em eucariotas que desempenha um papel vital no metabolismo celular, sinalização, imunidade, longevidade, desenvolvimento e diferenciação. Autofagia é um processo mutável por drogas e, portanto, um alvo atraente para o desenvolvimento de novas intervenções terapêuticas contra o câncer humano, principalmente os refratários à quimioterapia. Neste sentido, estudos voltados à modulação da autofagia com implicação terapêutica atende à demanda para inovadoras estratégias antitumorais. O próprio Prêmio Nobel de Fisiologia ou Medicina de 2016 para autofagia testemunha sua crescente importância na saúde humana. Visando contribuir neste cenário Waleska Martins e colaboradores ao estudarem biomoléculas isoméricas, os triterpenoides pentacíclicos ácido betulínico (AB) e oleanólico (AO), assim como fotossensibilizadores fenotiazínicos, azul de metileno (AM) e 1,9 dimetil azul de metileno (DMAM), estabeleceram orginalmente que o estado de eficiência da mitofagia pró-sobrevida depende intrinsecamente da homeostase lisossômica, e para que haja indução de morte celular efetiva, basta promover dano paralelo em membranas mitocôndrias e lisossômicas. Assim como demonstrado para os triterpenoides o dano celular fotoinduzido pela Terapia Fotodinâmica (TFD) também se mostrou intimamente associado à ativação da autofagia pró-sobrevida, na qual a perda da funcionalidade lisossomal converte a autofagia em pró-morte. Aplicando-se ferramentas biotecnológicas voltadas ao estudo molecular e celular será possível entender melhor o estado da arte do dano em membrana relacionado ao comprometimento autofágico. Para isso, pretende-se avaliar miméticos de membrana sintéticos, por exemplo lipossomas multilamelares e vesículas unilamelares gigantes (GUVs), além de membranas biológicas (organelas e eritrócitos). Concebivelmente, toda a produção científica gerada neste Projeto ajudará no desenho racional de novos processos biotecnológicos para terapias de organela-alvo, nais quais a autofagia se destaca mecanisticamente como processo de pró-morte. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TSUBONE, TAYANA MAZIN; MARTINS, WALESKA KERLLEN; FRANCO, MARCIA S. F.; SILVA, MARYANA N.; ITRI, ROSANGELA; BAPTISTA, MAURICIO S.. Cellular compartments challenged by membrane photo-oxidation. Archives of Biochemistry and Biophysics, v. 697, . (18/22922-0, 13/07937-8)
CHIARELLI-NETO, ORLANDO; GARCEZ, MICHELLE LIMA; PAVANI, CHRISTIANE; MARTINS, WALESKA; CASTRO, FERNANDA CRISTINA DE ABREU QUINTELA; AMBROSIO, ROBERTA PASSAMANI; MEOTTI, FLAVIA CARLA; BAPTISTA, MAURICIO S.. Inflammatory stimulus worsens the effects of UV-A exposure on J774 cells. JOURNAL OF PHOTOCHEMISTRY AND PHOTOBIOLOGY B-BIOLOGY, v. 239, p. 9-pg., . (18/22922-0, 13/07937-8, 18/23257-0)
MARTINS, WALESKA K.; BELOTTO, RENATA; SILVA, MARYANA N.; GRASSO, DANIEL; SURIANI, MAYNNE D.; LAVOR, TAYNA S.; ITRI, ROSANGELA; BAPTISTA, MAURICIO S.; TSUBONE, TAYANA M.. Autophagy Regulation and Photodynamic Therapy: Insights to Improve Outcomes of Cancer Treatment. FRONTIERS IN ONCOLOGY, v. 10, . (16/07642-6, 13/07937-8, 16/23071-9, 18/22922-0)
TONOLLI, PAULO N.; MARTINS, WALESKA K.; JUNQUEIRA, HELENA C.; SILVA, MARYANA N.; SEVERINO, DIVINOMAR; SANTACRUZ-PEREZ, CAROLINA; WATANABE, I; BAPTISTA, MAURICIO S.. Lipofuscin in keratinocytes: Production, properties, and consequences of the photosensitization with visible light. Free Radical Biology and Medicine, v. 160, p. 277-292, . (18/23257-0, 18/22922-0, 13/07937-8)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.