Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação dos fatores fisiológicos relacionados à resposta clínica à psicoterapia em pacientes com transtorno de ansiedade generalizada

Processo: 18/18932-0
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2019 - 28 de fevereiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Psiquiatria
Pesquisador responsável:Márcio Antonini Bernik
Beneficiário:Márcio Antonini Bernik
Instituição Sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesquisadores associados:Emmanuel de Almeida Burdmann ; Francisco Lotufo Neto ; LUCAS MARQUES GANDARELA ; Thiago Pacheco de Almeida Sampaio
Assunto(s):Psicoterapia  Serotonina  Fator neurotrófico derivado do encéfalo  Inflamação  Ansiedade 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:ansiedade | Bdnf | Inflamação | Psicoterapia | serotonina | transtorno de ansiedade generalizada | Psicoterapia

Resumo

O Transtorno de ansiedade generalizada (TAG) é um transtorno de ansiedade crônico, incapacitante, prejudicial para a qualidade de vida e associado a prejuízos no funcionamento psicossocial. Apesar de sua grande relevância médico-social, pouco se sabe sobre a patogênese do TAG e os mecanismos fisiológicos envolvidos em seu tratamento. Enquanto as teorias clássicas mais aceitas atualmente sugerem o envolvimento de anormalidades nos mecanismos de transdução de sinal do ácido gama amino butírico (GABA) e da serotonina, os estudos que mostram o estado de ansiedade como importante fator de risco para doenças cardiovasculares aumentaram a atenção para o potencial papel mediador da inflamação na fisiopatologia dos transtornos ansiosos. O objetivo desse projeto é avaliar o efeito da psicoterapia na serotonina, nos fatores inflamatórios e no fator neurotrófico derivado do cérebro (BDNF) em pacientes com TAG. Método: 96 participantes diagnosticados com TAG foram selecionados para um ensaio clínico randomizado de terapia comportamental baseada em aceitação em grupo com mindfulness e exposição. Foram coletadas amostras de sangue para o projeto antes da primeira sessão e após a última sessão deste ensaio. As amostras foram centrifugadas, aliquotadas e congeladas a -70 graus celsius, armazenadas até o momento no qual as dosagens serão realizadas. Serão dosados os níveis séricos de IL-1, IL-4, IL-6, IL-10, TNF-alfa e do Fator de crescimento endotelial vascular (VEGF) pela tecnologia Luminex xMAP. A proteína C-reativa quantitativa (PCR) será dosada por imunoturbidimetria. Além disso, as concentrações séricas de serotonina e BDNF serão dosadas pelo método ELISA. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)