Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da variação sazonal da capacidade de carga de fundações por estacas em solos não saturados

Processo: 18/20964-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2019 - 31 de agosto de 2021
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Civil - Geotécnica
Pesquisador responsável:Cristina de Hollanda Cavalcanti Tsuha
Beneficiário:Cristina de Hollanda Cavalcanti Tsuha
Instituição-sede: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Pesq. associados:André Teófilo Beck ; José Antonio Schiavon
Assunto(s):Solo não saturado  Fundações  Solo tropical 

Resumo

Grande parte do território brasileiro é coberta por solos encontrados na condição não saturada, típica de países de clima tropical. Nesta condição, o teor de umidade do solo varia sazonalmente ao longo da profundidade, devido à alternância de períodos secos e chuvosos, com alterações mais significativas nas camadas superficiais. Esta variação causa mudanças na sucção do solo, que alteram a resistência do solo superficial. Além destas alterações em zonas próximas à superfície, a alternância de estações secas e chuvosas também causa a variação do nível do lençol freático. Deste modo, as fundações profundas instaladas parcialmente ou completamente em solos não saturados podem estar submetidas à variações sazonais tanto da resistência por atrito lateral relativa à parte superior da estaca, quanto da parte inferior da estaca, causadas pela variação do nível lençol. Como consequência deste efeito sazonal, as incertezas na previsão do comportamento de fundações profundas em solos não saturados costuma ser a causa de problemas de recalques ou ruptura em construções, ou do superdimensionamento das fundações. Portanto, diante da necessidade de quantificar e propor procedimentos para estes efeitos sazonais serem considerados em projetos, e também de avançar no estado atual do conhecimento sobre o tema, a presente proposta de pesquisa é apresentada. Para este fim, pretende-se investigar o problema por meio de métodos experimentais e análises probabilísticas. Serão realizados ensaios em estacas instrumentadas in situ, com sucção e nível do lençol monitorados, e em modelos reduzidos de estacas em laboratório, com sucção do solo controlada. Para complementar este estudo, serão feitas análises de sensibilidade probabilística e de risco das fundações por estacas em solo não saturado considerando-se o efeito sazonal. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)