Busca avançada
Ano de início
Entree

Metabolismo mitocondrial e sua relação com a neurogênese em um modelo animal de esquizofrenia com o envelhecimento

Resumo

A neuroprogressão é uma das teorias propostas para explicar as características neuropatológicas da Esquizofrenia (SHZ). De acordo com ela, alterações celulares, como modificações na proliferação celular, migração e diferenciação neuronal, assim como mudanças na formação das sinapses, são aumentadas por episódios psicóticos sucessivos e agravadas pela falta de intervenção médica, o que pode levar a processos degenerativos (morte celular). Uma vez que tanto a transmissão sináptica como a plasticidade cerebral (ex., neurogênese) depende da produção de ATP, a manutenção do metabolismo mitocondrial é essencial para a regulação e sobrevivência neuronal. Por esta razão, o objetivo desse projeto é avaliar, concomitantemente, alterações no metabolismo mitocondrial, na função neuronal e no comportamento em um modelo animal de SHZ, ratos espontaneamente hipertensivos (SHR). Em todos os experimentos, serão utilizados ratos SHR de 2, 4, 6 e 9 meses de idade, o que irá possibilitar a detecção de modificações metabólicas e de neuroplasticidade que podem preceder o início dos sintomas tipo-esquizofrênicos que, nesses animais, começam em torno de 4 meses de idade. Assim, os resultados desse estudo irão ajudar a elucidar as mudanças metabólicas celulares que ocorrem na SHZ e como elas estão correlacionadas com variações da plasticidade neuronal e neurodegeneração e, por fim, com a progressão da SHZ. Ãlém disso, os dados obtidos com esse projeto poderão ser utilizados na identificação de biomarcadores para serem empregados, em conjunto com índices clínicos, no monitoramento do curso de desordens psiquiátricas e na sua resposta aos tratamentos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)