Busca avançada
Ano de início
Entree

Perfil sorológico de anticorpos e tentativa de isolamento de Toxoplasma gondii a partir de olhos doados ao Banco de Olhos da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto

Resumo

A toxoplasmose ocular (TO) é causada pelo Toxoplasma gondii, um parasita intracelular obrigatório com ampla distribuição pelo mundo. A infecção ocular, mais precisamente retiniana, aliada com a reação inflamatória resultante, é a principal manifestação da doença em humanos, e pode resultar em cegueira mesmo em indivíduos imunocompetentes. Um dos fatores que podem explicar a elevada prevalência e gravidade das lesões oculares no Brasil é a maior virulência das linhagens de T. gondii comparadas com as encontradas em outros países. As linhagens conhecidas atualmente foram quase que exclusivamente isoladas a partir de animais silvestres e domésticos. Ainda há uma carência de isolamento de parasitas viáveis a partir de pessoas infectadas. A maioria dos estudos sobre o tema se baseia apenas na genotipagem do DNA do parasita circulante no indivíduo infectado, sem o isolamento de qualquer forma viva do parasita que possa ser estudada em laboratório. Por isso, é de extrema relevância científica o isolamento de formas viáveis de T. gondii que possam ser cultivadas e estudadas em laboratório, a partir de indivíduos infectados e com lesão ocular. No projeto em questão, será determinada a prevalência de anticorpos contra T. gondii em doadores de globos oculares do Banco de Olhos da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (USP). Além disso, serão observadas características das lesões oculares atribuíveis a este coccídeo por meio de análise macroscópica. A tentativa de isolamento dos parasitas presentes nos tecidos oculares dissecados se dará por meio de bioensaio em camundongos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)