Busca avançada
Ano de início
Entree

Plano anual para uso da Reserva Técnica de Infraestrutura Institucional para Pesquisa.

Processo: 18/23652-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Reserva Técnica para Infra-estrutura Institucional de Pesquisa
Vigência: 01 de dezembro de 2018 - 30 de novembro de 2020
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Ronei Luciano Mamoni
Beneficiário:Ronei Luciano Mamoni
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Jundiaí (FMJ). Prefeitura Municipal de Jundiaí. Jundiaí , SP, Brasil
Assunto(s):Genética do câncer  Biologia celular e molecular 

Resumo

A Faculdade de Medicina de Jundiaí (FMJ) completa no corrente ano (2018) 50 anos de criação (Lei Municipal nº 1506 de 12 de março de 1968, com reconhecimento pelo Decreto Federal nº 71656 de 04 de janeiro de 1973). Destaca-se como uma instituição de excelência dedicada à formação de profissionais da área da saúde desde sua fundação, contando atualmente com turmas anuais de 120 alunos de graduação em Medicina (aumento do número de vagas de 80 para 120 em 2016). No último Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE) realizado em 2016, a graduação em Medicina da FMJ obteve nota 4, consolidando sua posição entre as Escolas de Educação Médica mais conceituadas do país.Mais recentemente, a FMJ tem investido e incentivado o desenvolvimento de projetos de Pesquisa Científica, tendo criado um programa de Pós-Graduação Acadêmico em Ciências da Saúde, aprovado pela CAPES em 2010 e implementação em 2011 (Portaria MEC nº1364/2011, publicada no DOU de 30/09/2011). Inicialmente (2011 a 2016) o programa de Pós-Graduação contou somente com o Curso de Mestrado Acadêmico, iniciando em 2017 o Curso de Doutorado. Quando de sua criação o Programa de Pós-Graduação da FMJ recebeu da CAPES nota 3 (conceito regular), tendo na última avaliação quadrienal (2018) obtido a nota 4 (bom); evidenciando, dessa forma, o seu empenho na melhoria da qualidade das pesquisas desenvolvida na Instituição. O programa de Pós-Graduação da FMJ atualmente conta com 20 docentes de diversas áreas (Básica e Clínica), que desenvolvem projetos de pesquisa de modo integrado, e com a colaboração com outras Instituições de Pesquisa nacionais (particularmente USP e UNICAMP) e internacionais.Paralelamente às atividades de pesquisa da Pós-Graduação, a FMJ também incentiva o desenvolvimento de projetos de Iniciação Científica por meio de seu Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) com financiamento de bolsas pela própria instituição, e por meio de agências de fomento como o CNPq e FAPESP.Atualmente a FMJ conta com somente 4 laboratórios exclusivamente destinados à pesquisa: Laboratório de Morfologia dos Tecidos, Laboratório de Quantificação Proteica e Cultura Celular, Laboratório de Infectologia Pediátrica, Laboratório de Imunologia e Cultura Celular e um biotério. Esses laboratórios foram montados como resultado do investimento direto da Instituição e de verbas oriundas de agências de fomento (CNPq/CAPES e FAPESP). Contudo, em decorrência do aumento recente das atividades de pesquisa na Instituição de devido à criação do Curso de Doutorado e ao aumento do número de vagas da graduação (o que implica no aumento da procura pela Iniciação Científica), a FMJ tem investido na melhoria de sua estrutura laboratorial destinada a essas atividades, com a destinação de uma nova área de aproximadamente 145m2 para a implantação de um laboratório multidisciplinar que irá atender aos Docentes e Discentes que desenvolvem projetos de Pós-Graduação e Iniciação Científica na Instituição. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)