Busca avançada
Ano de início
Entree

Mecanismos de formação de micronúcleos e brotos nucleares em células tumorais

Processo: 99/11870-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2000
Vigência (Término): 30 de abril de 2004
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Citologia e Biologia Celular
Pesquisador responsável:Glaucia Maria Machado Santelli
Beneficiário:Renata Manelli de Oliveira
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Genomas   Núcleo celular   Telômero   Centrômero   Testes para micronúcleos

Resumo

Micronúcleos são estruturas constituídas por material cromatínico contido por um envoltório nuclear e menores que o núcleo principal, que quando observados em células somáticas interfásicas, são indicativos de quebras cromossômicas, distúrbios do fuso mitótico ou alterações cromossômicas estruturais que afetam a região centromérica. A sua freqüência representa um índice composto de aberrações cromossômicas em uma determinada população celular. O trabalho visa estudar a origem e o significado biológico dos micronúcleos, espontâneos ou induzidos, em células tumorais. Enfocaremos a análise das seqüências de DNA que estão contidas nos micronúcleos e brotos celulares para tentar elucidar sua origem. A interpretação do significado dessas alterações é importante para definirmos sua relação com a expulsão de oncogenes em células tumorais ou outras seqüências amplificadas. Para tal análise as células serão tratadas com drogas que induzem micronúcleos e será feita a análise de seqüências de DNA específicas (telômero, centrômero e oncogenes) pelo de método de FISH ou PRINS. O conteúdo dos micronúcleos e brotos nucleares serão relacionados com a fase do ciclo celular tentando elucidar a fase em que se originam. (AU)